Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Nozes ajudam na perda de peso

Segundo novo estudo americano, o consumo de nozes ajuda na perda de peso ao reduzir o apetite.

Nozes são ricas em ômega-3 e outras substâncias que, quando consumidas regularmente, podem reduzir os riscos de desenvolver obesidade e diabetes. Ainda, de acordo com um novo estudo publicado no periódico científico Diabetes, Obesity and Metabolism, elas podem reduzir o apetite e servir como ferramenta eficiente na perda de peso.

O estudo

Cientistas do Centro Médico Beth Israel Deaconess, nos Estados Unidos, estudaram a forma como nove pacientes obesos reagiam à uma dieta com o fruto. Durante cinco dias consecutivos, os pacientes, que estavam internados no hospital, foram divididos em dois grupos: uns tomaram uma vitamina com 48 gramas de nozes (o equivalente a aproximadamente sete nozes inteiras ou 315 calorias), enquanto outros tomaram placebo, com o mesmo sabor e conteúdo calórico.

Após um mês tendo voltado à dieta habitual, os pacientes passaram por um segundo teste de cinco dias ingerindo as bebidas. Depois disso, foram realizados exames cerebrais enquanto os pacientes observavam imagens de alimentos com alto teor de gorduras, como um bolo, e de alimentos com baixo teor, como vegetais, ou imagens neutras de rochas e árvores.

Controle da dieta

Os resultados mostraram que quando os participantes observavam fotos de alimentos gordurosos, a atividade da ínsula – região do cérebro responsável pelo apetite e controle de impulsos – era maior naqueles que consumiram a bebida com nozes. Isso sugere que o consumo regular da noz pode reduzir o apetite e ajudar na alimentação correta.

“Elas podem alterar a forma como vemos a comida e impactar nosso apetite”, disse Olivia Farr, principal autora da pesquisa ao The New York Times. “Nossos resultados confirmam a opinião dos especialistas, que recomendam o consumo de nozes como parte de uma dieta saudável.”

A pesquisa foi financiada em parte pela associação dos produtores e manipuladores de nozes, California Walnut Comission, nos Estados Unidos.

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Sexta, dia 22/06, às 19h Cura Divina e Libertação     SEDE RIO DE JANEIRO     Av. Vicente de Carvalho, 1121 - Vila da Penha - Rio de Janeiro - RJ

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 25/06/2018?