Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – MG pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Gilson Marques

Pr. Gilson Marques

Sede Estadual – RS pr.gilsonmarques@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – PE pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – AM pr.elianderson@pazevida.org.br

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Internacional – SP   pr.joaquimneto@pazevida.org.br  

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Estadual – RJ pr.neilton@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PR pr.delson@pazevida.org.br

Pra. Marta Aguiar

Pra. Marta Aguiar

Sede Estadual – SC pra.martaaguiar@pazevida.org.br

Não force: criança avisa quando está pronta para o desfralde

Pais não devem comparar o filho com outras crianças; cada uma tem seu próprio tempo e ritmo de desenvolvimento.

Não tente antecipar o desfralde do bebê. Deixá-lo sem fralda pela casa ou na escola não vai agilizar o processo. Se a criança não estiver preparada, ficar sem fralda só vai deixá-la desconfortável por molhar a casa, cama e roupas.

Um erro que alguns pais cometem é comparar o filho com outras crianças. Não é porque os coleguinhas da escola já desfraldaram que ele também está pronto. Não existe idade para iniciar o desfralde. “É preciso respeitar o tempo de cada criança. Às vezes, na mesma classe há crianças com diferenças de idade de quase 1 ano. Isso é muito tempo em termos de desenvolvimento”, diz o pediatra Moisés Chencinski.

O processo de retirada da fralda não é um desafio à criança. Não se deve deixa-la sem fralda para ver se ela consegue fazer o xixi ou cocô no banheiro. “Tem escola que pede para os pais enviarem várias mudas de roupa no período de desfralde. Isso é errado, o desfralde tem de ser feito com fralda”, afirma Chencinski.

Para saber se é hora de começar o desfralde é preciso observar os sinais da criança. “Ela avisa que está preparada, começa a se interessar pelo assunto e a querer ir ao banheiro com os pais”, diz o pediatra Carlos Eduardo Corrêa, o Cacá.

Outras crianças dão sinais mais claros e avisam os pais quando estão fazendo xixi ou cocô. Em um estágio mais avançado, elas informam que querem fazer e conseguem se controlar até usar o banheiro ou penico.

“É nessa hora que dá para começar o treinamento para o desfralde, sempre de fralda”, afirma Chencinski.

A partir deste estágio, os pais podem fazer um combinado com a criança para que ela avise quando quiser usar o banheiro. Depois de 15 dias, mais ou menos, os pais podem tentar tirar a fralda do dia. “A criança avisa, os pais levam ao banheiro, tiram a fralda e ela faz o seu xixi. Depois de limpa, ela coloca a fralda de novo”, ensina o pediatra.

É importante saber que o desfralde noturno e de cocô não acontecem necessariamente ao mesmo tempo. Normalmente, os pais iniciam o desfralde pelo período diurno. “O desfralde noturno deve ser iniciado quando a criança parar de molhar a fralda à noite. Se ela ficar 15 dias sem fazer xixi de noite, aí os pais podem tentar tirar a fralda da noite”, diz Chencinski.

Os pais não devem se assustar se o filho demorar mais para fazer cocô fora da fralda. Algumas, mesmo já desfraldadas de xixi, costumam pedir para colocar a fralda na hora de fazer cocô. “Tem criança que até se esconde ou vai para um cantinho da casa quando percebe que está com vontade”, conta Cacá.

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Sábado, dia 25/11, às 13h Canto Pela Paz                        Pq da Juventude - Av. Cruzeiro do Sul, 2630 Santana - São Paulo - SP

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 11/12/2017?