Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE pr.delson@pazevida.org.br

Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   pr.neilton@pazevida.org.br  

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – PR pr.elianderson@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS pr.raphaelbatista@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG pr.joaquimneto@pazevida.org.br

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Dieta com tomate pode restaurar pulmão de ex-fumantes, diz estudo

O declínio natural na função pulmonar foi mais lento entre os que adotaram a fruta, além do consumo regular de maçãs.

Uma dieta equilibrada e rica em tomates, acredite, pode salvar vidas. É o que sugere um estudo realizado pela Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, em Baltimore, nos Estados Unidos. Pesquisadores descobriram que, em um período de dez anos, foi possível desacelerar a perda progressiva de função pulmonar entre ex-fumantes que seguiram uma dieta rica em frutas, como o tomate, além do consumo frequente de maçã.

A pesquisa comprovou que certos componentes presentes nesses alimentos podem ajudar a restaurar os estragos causados pelo cigarro no pulmão. Os pesquisadores descobriram que adultos que comiam, em média, mais de dois tomates e mais de três porções de frutas por dia tiveram menor declínio nas funções do órgão respiratório — em comparação com pessoas que comeram, diariamente, quantidades inferiores desses alimentos.

É importante ressaltar que o efeito foi observado apenas naqueles que consumiram frutas in natura, ou seja, alimento em estado natural.

O estudo, feito em conjunto com pesquisadores do Imperial College de Londres, mostrou que o maior consumo de tomate resultou em melhora no órgão de todos os adultos analisados, inclusive nos que nunca fumaram. As descobertas foram publicadas na edição de dezembro do European Respiratory Journal.

“O estudo mostra que a dieta pode ajudar a reparar os danos nos pulmões de pessoas que abandonaram o cigarro. A análise sugere ainda que uma alimentação rica em frutas pode diminuir o processo de envelhecimento do pulmão, até mesmo de pessoas que nunca tiveram o hábito de fumar”, explica Vanessa Garcia-Larsen, professora-assistente da Johns Hopkins e principal autora da pesquisa.

Para chegar a essa conclusão, os estudiosos analisaram a dieta de 680 adultos e avaliaram, ao longo de dez anos, o desempenho deles em um teste de espirometria, que afere tanto o volume que uma pessoa consegue inspirar e expirar, quanto a velocidade com que esses movimentos são executados.

Assim, concluíram que todos podem tirar vantagem de uma dieta rica especialmente em tomate. Mas o efeito pulmonar foi particularmente evidente em ex-fumantes, apontaram os pesquisadores.

“As funções do órgão começam a declinar em torno dos 30 anos, variando de acordo com a saúde da pessoa”, diz Vanessa.  “Nosso estudo sugere que comer mais frutas com regularidade atenua esse envelhecimento e pode até reparar os estragos feitos pelo cigarro. Essa dieta ainda pode ajudar a combater o diagnóstico de doença pulmonar obstrutiva crônica [DPOC] no mundo todo.”

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Dom. dia 29/04, às 8h Reunião do Santo Jejum SEDE OSASCO               Rua Dona Primitiva Vianco, 617 - Centro - Osasco - SP

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na quarta-feira 02/05/2018?