Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Gilson Marques

Pr. Gilson Marques

Sede Estadual – RS pr.gilsonmarques@pazevida.org.br

Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PR pr.delson@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – MG pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pra. Marta Aguiar

Pra. Marta Aguiar

Sede Estadual – SC pra.martaaguiar@pazevida.org.br

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – AM pr.elianderson@pazevida.org.br

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – PE pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Internacional – SP   pr.joaquimneto@pazevida.org.br  

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Estadual – RJ pr.neilton@pazevida.org.br

Produção de veículos sobe 15% no Brasil em novembro, diz Anfavea

A produção de veículos no Brasil subiu 15,2% em novembro, na comparação com o mesmo período do ano passado, afirmou nesta quarta-feira (6) a associação das montadoras (Anfavea).

Foram fabricados 249.089 carros, comerciais leves (picapes e furgões), caminhões e ônibus no mês passado, enquanto em novembro de 2016 a indústria alcançou 216.297 unidades.

No acumulado do ano, de janeiro a novembro, o crescimento é de 27,1%, com 2,48 milhões de veículos, contra 1,95 milhão no mesmo período do ano passado.

Recordes

As exportações seguem puxando a retomada, com alta de 28,8% em novembro, quando foram enviadas 73.073 unidades para fora do país - o maior número mensal já registrado. No ano, a variação acumulada é de 53,3%.

Em 11 meses, já foram exportados 700.893 veículos montados - outra máxima histórica. Até então, o melhor ano em exportações era 2005, com 547 mil unidades no total.

Os resultados do setor contribuíram com a indústria brasileira como um todo e representaram a maior alta no mês passado, quando houve crescimento de 5,3% na produção nacional.

Vendas

As vendas no mercado interno também mostraram uma recuperação em novembro, com alta de 15,8% em média. Os veículos leves, que são responsáveis pela grande maioria dos emplacamentos, avançaram 14,9%.

Com uma base relativamente baixa de comparação, o segmento de caminhões saltou 43,9% nos licenciamentos, ante novembro de 2016, enquanto as vendas de ônibus subiram 78% na mesma comparação.

No acumulado do ano, os emplacamentos de carros novos já registram alta de 13,2%, com 1,8 milhão de unidades.

De acordo com a última previsão, feita em agosto, o setor deve fechar 2017 com alta de 25,2% na produção, 7,3% nas vendas e 43% nas exportações.

Empregos

O número de trabalhadores diretos das montadoras subiu 2,5% em 12 meses, de 123 mil em novembro de 2016 para 126 mil no mês passado. Mas em relação a outubro, pouco mais de 400 vagas foram fechadas.

Além disso, 3.332 empregados ainda estão com os contratos suspensos (lay-off) ou com redução de jornada e salário por meio do programa PSE do governo federal.

Atualmente, as montadoras mantêm 1.014 empregados em lay-off. Essas medidas foram adotadas amplamente durante o período de queda da produção para evitar demissões.

Fonte: G1

bannerMemorial

Aguarde Novas   Atualizações

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 18/12/2017?