Pr. Gilson Marques

Pr. Gilson Marques

Sede Estadual – RS pr.gilsonmarques@pazevida.org.br

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Estadual – RJ pr.neilton@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PR pr.delson@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – PE pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Internacional – SP   pr.joaquimneto@pazevida.org.br  

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – AM pr.elianderson@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – MG pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pra. Marta Aguiar

Pra. Marta Aguiar

Sede Estadual – SC pra.martaaguiar@pazevida.org.br

Greve: Funcionários do Metrô e CPTM decidem se vão parar

Funcionários do Metrô e da CPTM decidem hoje pela paralisação ou não das atividades amanhã, dia 1º de agosto. Ambas as categorias haviam aprovado indicativo de greve na semana passada.

Sindicato dos Metroviários de São Paulo se reúne às 18h30 para confirmar a greve. A categoria protesta contra as reformas do governo Michel Temer e a privatização e terceirização do metrô – a empresa nega que tais movimentos existam.

Enquanto isso, os funcionários da CPTM fazem assembleia às 18h. A paralisação seria contra a decisão da empresa de reduzir a tabela salarial atual em 3,51%. O dia da reunião dos ferroviários colide, não acidentalmente, ao dia do pagamento – eles afirmam que se houver redução salarial terá paralisação.

Caso sejam confirmadas, as paralisações irão afetar todas as linhas da CPTM e Metrô, exceto a linha 4-Amarela, durante 24 horas.

O Metrô informou que conta com o bom senso da categoria e afirmou que o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP) já concedeu, no dia 25 de julho, uma liminar determinando ao Sindicato dos Metroviários a manutenção do efetivo de 80% dos serviços nos horários de pico e de 60% nos demais horários, sob pena de aplicação de multa diária no valor de 100 mil reais.

Em nota, a CPTM informou que o TST (Tribunal Superior do Trabalho) decidiu em abril deste ano que o índice de reajuste determinado pelo TRT-SP (Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo) no dissídio coletivo de 2011 é indevido – o aumento salarial de 3,51% concedido na época será revertido a partir do mês de julho.

A empresa reafirmou o cumprimento da decisão judicial de reduzir a remuneração dos funcionários. “Ressalta-se que a CPTM é obrigada a cumprir determinação do TST, sob pena de crime de responsabilidade dos seus gestores”.

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Aguarde Novas Atualizações

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 21/08/2017?