Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Após quatro altas, produção industrial cai 0,8% em agosto

produção industrial caiu 0,8% em agosto frente a julho, segundo dados divulgados pelo IBGE na manhã desta terça-feira. O resultado interrompe uma série de quatro altas consecutivas na comparação com o mês anterior, período em que a indústria havia acumulado uma alta de 3,3%.

Na comparação entre agosto com o mesmo mês do ano anterior, o nível de produção teve aumento de 4%. O acumulado do ano registra alta de 1,5%.

Segundo o IBGE, a queda em agosto frente a julho ocorreu em 8 dos 24 ramos de atividade pesquisados. “Entre os setores, a principal influência negativa foi registrada por produtos alimentícios (-5,5%), interrompendo três meses consecutivos de expansão na produção, período em que acumulou ganho de 9,3%”, disse a instituição em nota.

Houve recuos importantes também nos setores de máquinas e equipamentos (-3,8%), de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,6%) e de indústrias extrativas (-1,1%).

No lado positivo, os crescimentos mais significativos foram em veículos automotores, reboques e carrocerias (6,2%) e perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene pessoal (5,5%), segundo o IBGE.

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Dom. dia 15/07, às 8h Reunião do Santo Jejum PAZ E VIDA DE POÁ           Av. Vital Brasil, 63 - Centro - Poá - SP

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 16/07/2018?