Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Doria faz contrato emergencial para manutenção da iluminação de SP

A gestão João Doria (PSDB) fechou um contrato emergencial sem licitação para contratar empresa que fará a manutenção da iluminação pública da capital pelos próximos seis meses. A celebração do contrato foi publicada no Diário Oficial de sábado (30), e o novo acordo passou a valer oficialmente no domingo (1º).

A empresa escolhida para prestar o serviço foi a FM Rodrigues, que presta o serviço atualmente. Segundo a prefeitura, a ideia é que não “haja descontinuidade nos serviços, evitando, desta forma, prejuízos à população.”

O contrato de 2011 vigente até a semana passada não poderia mais ser prorrogado, segundo a lei de licitações. A lei prevê a celebração de contratos sem licitação quando há caso de “emergência ou calamidade pública, quando caracterizada urgência de atendimento”.

A decisão de realizar um contrato emergencial acontece após a gestão João Doria (PSDB) não conseguir tirar do papel o projeto de Parceria Público Privada (PPP) da iluminação. Lançado pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT), o projeto prevê a modernização da iluminação da capital, com a instalação de mais de 700 mil lâmpadas de LED. O custo total da prestação do serviço por 20 anos será de cerca de R$ 7,2 bilhões.

Mesmo sem a PPP, a prefeitura fez ações pontuais de melhorias na iluminação desde 2015, caso da Avenida 23 de Maio, que recebeu lâmpadas de LED.

Parceria Público-Privada

A disputa pela PPP é travada na Justiça. Isso porque a prefeitura excluiu a empresa Quaatro da disputa após declará-la inidônea. O consórcio Walks, do qual a empresa faz parte, entrou na Justiça contestando a decisão.

A prefeitura afirma que aguarda a decisão do mérito da questão para dar andamento à licitação. Caso isso ocorra em seis meses, o contrato emergencial firmado nos últimos dias poderá ser encerrado, segundo a administração.

O consórcio Walks argumenta que a prefeitura poderia ter dado andamento à licitação já que não há decisão judicial que impeça o prosseguimento e uma vez que a disputa está liberada pelo Tribunal de Contas do Município (TCM).

Fonte: G1


bannerMemorial

Dom. dia 15/07, às 8h Reunião do Santo Jejum PAZ E VIDA DE POÁ           Av. Vital Brasil, 63 - Centro - Poá - SP

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 16/07/2018?