Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Focus: inflação para 2017 sobe, mas ainda fica abaixo da meta

As estimativas do mercado financeiro para a inflação neste ano subiram de 2,95% para 2,98%, segundo os dados do Boletim Focus divulgados nesta segunda-feira. A alta interrompe seis semana seguidas de queda, e ocorre após a publicação do IPCA de setembro, na última sexta-feira. Apesar da alta, as expectativas permanecem abaixo do “piso” da meta estabelecida pelo governo para o ano – de 3%.

Já as apostas para o IPCA em 2018 seguiram em baixa, pela sexta semana consecutiva, para 4,02%. A meta em ambos os anos é de 4,5% – e há margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual, para mais ou para menos.

Na última sexta, o IBGE divulgou que a inflação subiu 0,19% em setembro, e registra uma alta de 1,78% nos nove primeiros meses do ano. É o menor acumulado para o período desde 1998. O grupo de alimentos teve o quinto mês consecutivo de queda, e tem sido a principal influência para segurar a alta nos preços. No sentido inverso está o grupo dos transportes, cujo principal impacto foi a alta da gasolina.

De acordo com o Focus, a estimativa de crescimento do PIB neste ano permanece em 0,70%. Para 2018, foi de 2,38% para 2,43%, a quinta alta semanal consecutiva.

As estimativas para a Selic permanecem em 7% em ambos os períodos – atualmente, a taxa está em 8,15%

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Dom. dia 15/07, às 8h Reunião do Santo Jejum PAZ E VIDA DE POÁ           Av. Vital Brasil, 63 - Centro - Poá - SP

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 16/07/2018?