Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Trump afirma que ataque do Texas é ‘problema de saúde mental’

O presidente dos Estados UnidosDonald Trump, afirmou nesta segunda-feira que o ataque ocorrido neste domingo em uma igreja batista no Texas, onde morreram pelo menos 26 pessoas, é um “problema de saúde mental”. “É um pouco cedo, mas está claro que nos encontramos diante de um problema de saúde mental de alto nível. Temos muitos problemas de saúde mental no nosso país (…). É algo que precisamos abordar de maneira séria”, disse Trump em entrevista coletiva em Tóquio ao ser perguntado pelas medidas que deveriam ser adotadas para evitar este tipo de tragédia.

“Foi um ataque horrível em uma igreja de uma região preciosa; que triste, quem poderia pensar que algo assim poderia acontecer?”, se perguntou o presidente americano, que está em visita oficial no Japão.

No início da coletiva de imprensa junto ao primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, Trump fez referência ao tiroteio, enviou suas condolências aos familiares das vítimas e disse que os EUA “sempre são mais fortes quando estamos unidos”.

No total, 26 pessoas morreram neste domingo quando rezavam a missa de domingo na igreja First Baptist Church, em Sutherland Springs (Texas), em decorrência dos disparos que um homem fez em seu interior com um fuzil de assalto semiautomático.

Logo após o tiroteio, o presidente americano escreveu em sua conta oficial de Twitter: “Que Deus esteja com o povo de Sutherland Springs, Texas. O FBI e as agências da lei estão no local. Estou acompanhando a situação no Japão”.

Horas mais tarde, durante palavras dirigidas a líderes empresariais na embaixada dos EUA em Tóquio, o presidente americano qualificou o pior massacre da história do Texas como um “ato de maldade” que ocorreu em “um lugar de culto sagrado”.

Trump chegou no domingo ao Japão, na primeira etapa da sua extensa excursão pela Ásia, que lhe levará também à Coreia do Sul, China, Vietnã e Filipinas.

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Aguarde Novas Atualizações