Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Estadual – RJ pr.neilton@pazevida.org.br

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – PE pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – AM pr.elianderson@pazevida.org.br

Pr. Gilson Marques

Pr. Gilson Marques

Sede Estadual – RS pr.gilsonmarques@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Internacional – SP   pr.joaquimneto@pazevida.org.br  

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – MG pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pra. Marta Aguiar

Pra. Marta Aguiar

Sede Estadual – SC pra.martaaguiar@pazevida.org.br

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PR pr.delson@pazevida.org.br

Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Corinthians conquista título e se torna maior campeão do Brasileiro

O clube que se orgulha de cantar que é o “mais brasileiro” tornou-se também o maior vencedor do Campeonato Brasileiro. O Corinthians bateu o Fluminense por 3 a 1 nesta quarta-feira (15) para conquistar o seu sétimo título (1990, 1998, 1999, 2005, 2011, 2015 e 2017), bem diante de sua torcida, ainda pela 35ª rodada. Henrique assustou no início, mas Jô, duas vezes, e Jadson garantiram a festa no Itaquerão.

Com 71 pontos, o time não pode ser mais alcançado pelo vice-líder Grêmio (61), que venceu o São Paulo mais cedo. As três próximas rodadas serão de ainda mais festa para torcida corintiana.

A contagem de títulos no País passou a ser algo desafiador mesmo para os historiadores. Se contados apenas os campeonatos Brasileiro, como estão aí desde 1971, o Corinthians tem agora sete títulos, contra seis de São Paulo e cinco de Flamengo — nesse último caso entra também a problemática da Copa União de 1987, que nos dias de hoje voltou a ser do Sport. Se considerados a Taça Brasil e o Roberto Gomes Pedrosa, a conta dá ao Palmeiras o título de maior vencedor, com nove títulos.

Para dar a alegria aos 45.775 pagantes no estádio e os quase 30 milhões ao redor do mundo, o time do técnico Fábio Carille precisava apenas vencer a partida. Logo no primeiro minuto, o zagueiro Henrique mostrou que a tarefa não seria das mais fáceis. Marcos Júnior cobrou escanteio na área e Henrique cabeceou para abrir o placar e silenciar momentaneamente a torcida.

Ao seu melhor estilo, o Corinthians tratou de resolver a situação logo nos três primeiros minutos da etapa final. Na briga pela artilharia do Brasileirão, Jô marcou logo duas vezes para recolocar as coisas no lugar. Na primeira oportunidade, Clayson cruzou na medida para o atacante marcar. Pouco tempo depois, a jogada se repetiu e Jô marcou seu 18º gol na competição.

A partida já estava controlada pelo time alvinegro, mas Jadson, que havia entrado para mudar o jogo, tratou de deixar tudo ainda mais tranquilo aos 39 minutos do segundo tempo. Depois do gol, a partida foi interrompida pela tão bonita quanto proibida festa com sinalizadores no estádio. A torcida fez um enorme mosaico anunciando a chegada do hexa e um coração corintiano.

Por uma falta de entendimento da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e do Metrô de São Paulo, o troféu do Campeonato Brasileiro não foi levado para Itaquera. A alegação era que a festa oficial pelo título prenderia ainda mais os torcedores no estádio e atrasaria a circulação do transporte público.

Ainda em clima de festa, pela 36ª rodada, o Corinthians cumpre tabela contra o Flamengo, no Luso-Brasileiro, no domingo (19). No dia seguinte, o Fluminense encara a Ponte Preta.

Fonte: R7


bannerMemorial

Aguarde Novas   Atualizações

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 18/12/2017?