Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG pr.joaquimneto@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – PR pr.elianderson@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   pr.neilton@pazevida.org.br  

Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE pr.delson@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS pr.raphaelbatista@pazevida.org.br

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Descubra como reduzir o desgaste do carro em congestionamentos

Quem nunca teve a sensação de que aquele “anda e para” típico de congestionamentos estava durando uma eternidade? Se tem algo que tira muitos motoristas do sério é ficar horas parado no trânsito da cidade ou na estrada. Mas, como nem sempre é possível mudar o trajeto ou optar por horários de menor circulação, que tal rever algumas atitudes ao volante que podem reduzir os efeitos negativos e assim evitar o desgaste do carro?

Segundo o consultor automotivo André Reiter, do Especialista em Carros, o motorista deve evitar manter o pé pressionado na embreagem durante congestionamentos: “Se o carro for manual, deixe em ponto morto quando estiver parado; já se for automático, mantenha sempre no Drive (D)”, sugere.

Pastilha de freio e embreagem

Ao contrário do que muitos imaginam, nem sempre as pastilhas de freio são as que mais sofrem com os congestionamentos intensos: “Depende muito do estilo de condução, se o motorista não tem o costume de antecipar as frenagens, as pastilhas sofrerão desgaste acentuado e prematuro. Já se o motorista antecipa as frenagens a embreagem sofre mais desgaste que as pastilhas”, explica o especialista.

Vale a pena desligar o motor?

André Reiter lembra que carros que não são dotados do sistema Start & Stop (que liga e desliga automaticamente no trânsito) não são projetados para ligar e desligar no anda e para do trânsito. “Carros que possuem o sistema Start & Stop possuem motor de partida, bateria e chicotes elétricos reforçados para atender a esse liga e desliga do motor sem afetar a durabilidade de todo o sistema. Recomenda-se desligar o motor somente se o transito ficar parado por mais de 5 minutos”, diz o consultor, que reforça: “Tanto a bateria, quanto o motor de arranque e os chicotes elétricos sofrem com o liga e desliga de um carro em um congestionamento”.

Parado no túnel. E agora?

Se o congestionamento ocorrer em um túnel, a orientação é desligar o veículo. “Ao desligar o carro você diminui a concentração de gases tóxicos no interior do túnel”, diz André Reiter.

Vícios de embreagem

Durante um congestionamento, procure manter o carro em ponto morto e não descanse o pé sobre o pedal da embreagem. “Muitos motoristas têm o péssimo hábito de descansar o pé sobre o pedal de embreagem, o que causa superaquecimento e desgaste do sistema. Esse vício encurta a vida útil da embreagem, independentemente de o trajeto ser urbano ou rodoviário. Além disso, também evite manter a mão sobre a alavanca de marcha, pois desgasta o sistema de acionamento das marchas. Se o carro for automático, mantenha a alavanca em Drive (D).

Manutenção

“É importante frisar que o carro que roda em trajetos urbanos deve ter o prazo de manutenção encurtado, pois essa situação de uso é considerada severa. O manual do proprietário orienta com bastante clareza qual é o prazo a ser respeitado em caso de uso severo. A maioria das montadoras encurta pela metade o tempo e a quilometragem entre as revisões, quando o carro roda predominantemente em trajeto urbano e severo”, diz André Reiter.

Fonte: R7


bannerMemorial

Dom. dia 22/04, às 8h Reunião do Santo Jejum SANTO ANDRÉ               Rua Coronel Alfredo Flaquer, 516 - Centro - Santo André - SP

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 23/04/2018?