Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Petrobras vai pagar R$ 3,6 bilhões para encerrar investigações nos EUA

A Petrobras anunciou nesta quinta 27 que fechou acordos para encerramento das investigações do Departamento de Justiça (DOJ) e da Comissão de Títulos e Câmbio (SEC), nos Estados Unidos. Os órgãos apuravam controles internos, registros contábeis e demonstrações financeiras da companhia durante o período de 2003 a 2012.

A petroleira deverá pagar 853,2 milhões de dólares (3,6 bilhões de reais, incluindo tributos), que serão distribuídos entre a DOJ, a SEC e o Ministério Público Federal brasileiro. As duas primeiras receberão 10% cada uma, enquanto 80% do valor será destinado a um fundo controlado pelo Ministério Público Federal brasileiro.

Pelos termos, a estatal pagará nos EUA 85,3 milhões de dólares (360 milhões de reais) ao DOJ e 85,3 milhões de dólares à SEC. Adicionalmente, os acordos reconhecem a destinação de 682,6 milhões de dólares (2,9 bilhões de reais) às autoridades brasileiras, “a serem depositados pela Petrobras em um fundo especial e utilizados conforme instrumento que será assinado com o MPF”.

A Petrobras disse ainda que os acordos encerram completamente as investigações das autoridades norte-americanas. A companhia irá reconhecer, como provisão dos acordos, o valor nas demonstrações financeiras do 3º trimestre de 2018. Isso significa que a empresa deverá reservar este dinheiro para o pagamento dos acordos. A monta será descontada de seus balanços e ficará imobilizada até que todo o acordo seja cumprido.

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Dom. dia 21/10, às 8h     Reunião do Santo Jejum   SEDE ZONA LESTE         Av. Celso Garcia, 6076 - Penha - São Paulo - SP