Comunidade Cristã Paz e Vida
 

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

20. PROBLEMAS E DOENÇAS: MILAGRES E CURAS DIVINAS

20PROBLEMAS E DOENÇAS: MILAGRES E CURAS DIVINAS

Cremos que Deus criou todas as coisas, sejam elas visíveis ou invisíveis, estabeleceu as Leis da Natureza e de reprodução, e que tudo é “muito bom” e funciona perfeitamente, sem a interferência Dele, do Ser Humano ou do Adversário (Gn 1:1-31, 8:22, Cl 1:16-17).

Porém, Deus pode interferir para mudar fatos e situações (Gn 6:7-8), bem como o ser humano, com suas decisões (Gn 4:8, Is 29:21) e também o Adversário (Gn 3:1-7, Jó 2:7). Deus tem Poder para controlar as mínimas coisas da natureza, como o cair da folha de uma árvore, a morte de um simples passarinho, ou as vidas das pessoas (Mt 10:29-30, Lc 12:7). Mas Ele não interfere nas decisões humanas, tomadas muitas vezes com independência e desprezo à Sua vontade, mas sob influência do Adversário e até de outras pessoas (Gn 3:13-17), o que conduz ao pecado, raiz de todos os problemas, tormentos e sofrimentos.

Cremos que somente a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável (Rm 12:2) e que ela pode ser experimentada quando o ser humano confessa a sua incapacidade para resolver os problemas e os entrega nas mãos de Deus (Sl 37:5).

Cremos que muitas vezes o fiel pode mudar até a vontade e os planos de Deus, que opera e abençoa através da oração feita com fé (2 Rs 20:5-6, Mt 7:7-8, Jo 15:16, Fp 4:6, Tg 5:15, I Jo 5:14-15).

Cremos que, para Deus não há impossíveis (Mt 19:26) e que Ele pode resolver qualquer problema e operar qualquer milagre, bastando, para isso, que o ser humano simplesmente creia no Seu poder, sem duvidar (Mt 9:28, 13:58, 17:20, 19:26, Mc 9:22-24, 11;22-24, Lc 1:36-37, At 14:9-10, Tg 1:6-7).

Cremos que em Nome de Jesus podemos realizar Curas e Libertações Divinas, porque Jesus curava e expulsava demônios e deu poder aos que Nele creem para também realizarem curas e prodígios (Mt 10:1, Mc 3:14-15, 16:17-18, Lc 10:1-20, At 3:1-8).

Quanto às doenças e sofrimentos, cremos que elas têm, geralmente, estas quatro naturezas:

a) FÍSICA: a doença física é causada por germes, micróbios, bactérias, vírus, bacilos e outros micro-organismos infecciosos, conhecidos ou não pela ciência, ou por mal funcionamento de algum órgão do corpo. Estas doenças, geralmente, são diagnosticadas por exames clínicos.

b) ESPIRITUAL: a doença espiritual é causada por espíritos de enfermidades que, não conseguindo tomar todo o corpo do ser humano, se alojam em determinadas partes do organismo, ocasionando a dor e os sintomas da “doença”. Ao contrário das doenças físicas, as doenças espirituais não podem ser detectadas por exames ou chapas. Ex.: o homem que era mudo. Quando Jesus tirou o espírito imundo, o homem falou (Lc 11:14). Idem, a mulher que andava encurvada há 18 anos (Lc 13:11,12).

c) PECADO: a doença causada pelo pecado é tão terrível quanto a espiritual, pois também não pode ser detectada por métodos científicos e tampouco curada por remédios. Ela só pode ser curada quando o ser humano é perdoado de seus pecados. Ex.: o paralítico de Cafarnaum, sobre o qual Jesus disse: “o que é mais fácil? Dizer: Perdoados te são os teus pecados ou dizer: Levanta-te e anda?” (Mt 9:5). Jesus o curou, dizendo: “perdoados te são os teus pecados; Levanta-te, toma a tua cama e vai para tua casa” (Mt 9:6, Mc 2:1-12, Lc 5:18-36).

d) PROVA DIVINA: esta doença não é causada por nenhuma das três formas anteriores, mas é permitida por Deus para provar o homem ou para que o Seu nome seja glorificado. Exs.: a doença de Jó e o cego de nascença do Novo Testamento, descrito em João 9:2-3, e mesmo a morte de Lázaro, a quem Jesus ressuscitou depois de quatro dias (Jo 11:4).

Cremos que, qualquer que seja o motivo ou natureza da doença, TODAS ELAS PODEM SER IMEDIATAMENTE CURADAS PELA FÉ NO PODER DO SACRIFÍCIO DE JESUS (Is 53:4-5, Mt 8:17, Mc 16:17, At 4:30).

Cremos que é da vontade de Cristo que todos nós desfrutemos de boa saúde e que ninguém precisa continuar sofrendo o flagelo da doença porque, no sacrifício da Cruz do Calvário, Jesus já pagou a conta do médico por nós e levou todas as nossas dores, enfermidades e tormentos. Até as enfermidades psicológicas e da mente foram curadas por Ele, porque “o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas suas pisaduras todos nós fomos sarados” (Is.53-45).

Cremos também no poder liberado na Unção com azeite no Nome do Senhor, conforme está escrito no Evangelho, e que a prática da unção com azeite já era ministrada pelos discípulos de Jesus, que “curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo” (Mc 6:13), prática também recomendada pelo Apóstolo Tiago, meio-irmão de Jesus, que escreveu: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da Igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor. E a oração da fé salvará o doente e o Senhor o levantará. E se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados” (Tg 5:14-15).

bannerMemorial

Dom. dia 19/08, às 8 e 18h Reunião da Família         SEDE MINAS GERAIS     Av. Cristiano Machado, 2315 - Cidade Nova - Belo Horizonte - MG