Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Rogério Soares

Pr. Rogério Soares

Sede Estadual – SC pr.rogeriosoares@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Estadual – RJ pr.neilton@pazevida.org.br

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – AM pr.elianderson@pazevida.org.br

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – MG pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pr. Gilson Marques

Pr. Gilson Marques

Sede Estadual – RS pr.gilsonmarques@pazevida.org.br

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PR pr.delson@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Internacional – SP   pr.joaquimneto@pazevida.org.br  

Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – PE pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

A Parábola do Bom Samaritano

LC Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a Jesus:

– E quem é o meu próximo?

Jesus, prosseguindo, disse:

– Um homem descia de Jerusalém a Jericó e caiu nas mãos de salteadores, os quais o despojaram e, espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.

Casualmente, descia pelo mesmo caminho certo sacerdote. E vendo-o, passou de largo. De igual modo também um levita chegou àquele lugar, viu-o, e passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou perto dele e, vendo-o, encheu-se de íntima compaixão. E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando nelas azeite e vinho. E pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem e cuidou dele. No dia seguinte tirou dois denários, deu-os ao hospedeiro e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que gastares a mais, eu te pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?

Respondeu o doutor da Lei:

– Aquele que usou de misericórdia para com ele.

Disse-lhe, pois, Jesus:

– Vai e faze tu o mesmo.

Notas do Autor: LC 10:29-37

CAIU NAS MÃOS DE SALTEADORES. A parábola se torna ainda mais contundente quando já sabemos que os salteadores são aqueles que sobrecarregam as pessoas com ordenanças religiosas e preceitos de homens, com o objetivo de saqueá-las. Ainda que a pessoa esteja à beira do único “Caminho”, encontra-se caída e quase morta.

CASUALMENTE... CERTO SACERDOTE... UM LEVITA. Na época de Jesus, enquanto o sacerdote ministrava a parte espiritual, o levita cuidava da parte material do Templo. Ambos observavam vários rituais de purificação. A Lei dizia que, se alguém tocasse em alguém com fluxo de sangue ou feridas, se tornaria “imundo”. Deveria banhar-se, lavar suas vestes e seria “imundo até a tarde” (Lv 15:2-7). O sacerdote e o levita preferiram continuar “puros”, a socorrer o semelhante. O ritual religioso prevaleceu sobre o segundo maior mandamento.

MAS UM SAMARITANO. A prova de que Jesus não guardou nenhum ressentimento ou mágoa contra o povo samaritano é que, quase em seguida à Sua rejeição, Ele contou esta parábola que associou, eterna e mundialmente, o samaritano ao mais belo ensinamento sobre o amor ao próximo.

QUE IA DE VIAGEM, CHEGOU PERTO DELE E, VENDO-O, ENCHEU-SE DE ÍNTIMA COMPAIXÃO. Quem é o Samaritano que ia de viagem, viu o caído, chegou perto e Se encheu de íntima compaixão? Quem levou sobre Si todas as nossas dores e enfermidades? Quem pagou o preço antecipado por todos os que sofrem e voltará um dia para pagar ao “hospedeiro” a justa recompensa? É Jesus, a quem eles já haviam xingado de “samaritano” (Jo 8:48).

QUAL, POIS, DESTES TRÊS TE PARECE TER SIDO O PRÓXIMO? O doutor da Lei deveria responder: “o samaritano”. Porém o orgulho, aliado ao ódio e preconceito contra o samaritano, fez o doutor da Lei se contorcer e dizer, de maneira indireta: “aquele que usou de misericórdia” (Lc 10:37). Do mesmo modo que o doutor da Lei não quis confessar e reconhecer o samaritano, porque isto iria contra a convicção religiosa dos judeus, assim também eles não quiseram confessar e reconhecer Jesus como Messias. Em Israel, até hoje, Jesus é considerado um deus pagão: apenas 6% da população é formada de cristãos e, destes, a maioria é de estrangeiros que vivem em Israel.

VAI E FAZE TU O MESMO. Da mesma maneira que Ele, o Bom Samaritano, fez, assim também nós devemos fazer. Fica também o ensinamento de que “santidade” sem amor ao próximo é apenas religiosidade estéril.

Por Juanribe Pagliarin

bannerMemorial

Sexta, dia 28/04, às 19h SEDE PARAÍBA                     A Ciência dos Edificadores   Av. Pres. Epitácio Pessoa, 445 - Bairro dos Estados - João Pessoa - PB

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na terça-feira 02/05/2017?