Pr. Alex Oliveira

Pr. Alex Oliveira

Sede Estadual – PA pr.alexoliveira@pazevida.org.br

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal pr.fabiohenrique@pazevida.org.br

Pr. Ubyratan Araújo

Pr. Ubyratan Araújo

Sede Estadual – BA pr.ubyratan@pazevida.org.br

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual - RN pr.jeanvilela@pazevida.org.br

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – MG pr.danyelpagliarin@pazevida.org.br

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI pr.marciodasilva@pazevida.org.br

Pr. Luiz Carlos

Pr. Luiz Carlos

Sede Estadual – MA pr.luizcarlos@pazevida.org.br

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Estadual – RJ pr.neilton@pazevida.org.br

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE pr.gilvamgomes@pazevida.org.br

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL pr.carlospinheiro@pazevida.org.br

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB pr.reginobarros@pazevida.org.br

Pr. Gilson Marques

Pr. Gilson Marques

Sede Estadual – RS pr.gilsonmarques@pazevida.org.br

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   pr.sandropinheiro@pazevida.org.br

Pr. Rodrigo Rosa

Pr. Rodrigo Rosa

Sede Estadual - GO pr.rodrigorosa@pazevida.org.br

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – PE pr.luciano@pazevida.org.br

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual – CE pr.crescio@pazevida.org.br

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PR pr.delson@pazevida.org.br

Pra. Marta Aguiar

Pra. Marta Aguiar

Sede Estadual – SC pra.martaaguiar@pazevida.org.br

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Internacional – SP   pr.joaquimneto@pazevida.org.br  

Pr. Elianderson Castro

Pr. Elianderson Castro

Sede Estadual – AM pr.elianderson@pazevida.org.br

O Novo Nascimento

JO Ora, havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos um dos principais dos judeus. Este foi ter com Jesus, de noite, e disse-lhe:

– Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele.

Respondeu-lhe Jesus:

– Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o Reino de Deus.

Perguntou-lhe Nicodemos:

– Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe e nascer?

Jesus respondeu:

– Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no Reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento sopra onde quer e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai. Assim é todo aquele que é nascido do Espírito.

Perguntou-lhe Nicodemos:

– Como pode ser isto? Respondeu-lhe Jesus:

– Tu és mestre em Israel e não entendes estas coisas? Em verdade, em verdade te digo que nós dizemos o que sabemos e testemunhamos o que temos visto; e não aceitais o nosso testemunho! Se vos falei de coisas terrestres e não credes, como crereis, se vos falar das celestiais? Ora, ninguém subiu ao Céu, senão o que desceu do Céu, o Filho do Homem. E assim como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado; para que todo aquele que nEle crê tenha a Vida Eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a Vida Eterna. Porque Deus enviou o Seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele. Quem crê nEle não é julgado;

mas quem não crê, já está julgado; porquanto não crê no Nome do Unigênito Filho de Deus. E o julgamento é este: A Luz veio ao mundo, e os homens amaram antes as trevas que a Luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal aborrece a Luz, e não vem para a Luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a Luz, a fim de que seja manifesto que as suas obras são feitas em Deus.

Notas do Autor: JO 3.1-21

PORVENTURA PODE TORNAR A ENTRAR NO VENTRE DE SUA MÃE E NASCER? A pergunta de Nicodemos seria uma ótima oportunidade para Jesus falar a respeito do Novo Nascimento através da reencarnação, caso fosse disso que Ele estivesse falando.

O QUE É NASCIDO DA CARNE É CARNE, E O QUE É NASCIDO DO ESPÍRITO É ESPÍRITO. Jesus deixa claro que não se trata de um novo nascimento carnal, mas espiritual, conforme foi estabelecido: “Mas, a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que creem no Seu Nome. Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus” (Jo 1.12-13).

SE ALGUÉM NÃO NASCER DA ÁGUA E DO ESPÍRITO, NÃO PODE ENTRAR NO REINO DE DEUS. Jesus faz referência à Água do Batismo, pelo qual deve passar toda pessoa que nEle crê em “espírito e em verdade” (Jo 4.23). O apóstolo Paulo, relacionando as duas coisas – Fé em por que Jesus foi levantado e Batismo nas Águas para o Novo Nascimento –, escreveu: “Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? Fomos, pois, sepultados com Ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela Glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida” (Rm 6.3-4).

ASSIM COMO MOISÉS LEVANTOU. O diálogo entre Jesus e Nicodemos foi de Mestre para mestre e de altíssimo nível. Jesus lhe fez várias citações espirituais, entre elas um paralelo entre o ocorrido 1.400 anos antes, no tempo de Moisés, quando, por causa do pecado, o povo era picado por serpentes e muitos morriam no deserto. Para que as pessoas não morressem, Deus mandou Moisés levantar uma serpente numa haste e todos os envenenados que olhavam para ela escapavam da morte (Nm 21.4-9). Jesus diz que com Ele é a mesma coisa: Ele será levantado numa haste para dar a Vida Eterna a todos os que estão mortalmente envenenados pela serpente original. Tal profecia do Senhor Jesus irá se cumprir dali a três anos e Nicodemos estará presente, não mais de noite e escondido, mas à Luz do dia, tirando o corpo do Rabi da “haste” (Jo 19:39-40).

A SERPENTE. Ora, sabemos que a serpente é o símbolo de Satanás (Gn 3.1; Ap 20.2). Por que Jesus fez uma comparação tão horrível? A resposta é que, ali na “haste”, suspenso entre o Céu e a Terra, o Filho do Homem, o Santo de Deus, assumiria os pecados de toda humanidade e as piores obras da Serpente, praticadas pelos seres humanos. Ele mesmo se fez pecado por nós. Paulo escreveu: “Àquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós para que, nEle, fôssemos feitos justiça de Deus” (II Co 5.21).

PARA QUE TODO AQUELE QUE NELE CRÊ... TENHA A VIDA ETERNA. O Novo Nascimento se dá quando a pessoa crê que Jesus foi “levantado” por ela e para ela. A Salvação que Jesus está trazendo é instantânea, e é para começar a ser vivida nesta vida. É tão impressionante a transformação moral, espiritual e, consequentemente, física da pessoa que crê, que o próprio Cristo a chamou de Novo Nascimento. O apóstolo Paulo – ele mesmo uma prova fiel deste Novo Nascimento nesta vida – escreveu: “Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é. As coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Co 5.17). Veremos, durante o desenrolar do Evangelho, o parto espiritual de várias pessoas que nascerão de novo em Jesus. O dissimulado e rude Pedro nascendo de novo como discípulo e testificando: “Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela Palavra de Deus, a qual vive e permanece para sempre” (I Pe 1.23). A prostituta Maria Madalena nascendo de novo como uma mulher santa e irrepreensível. O corrupto Zaqueu nascendo de novo como um homem justo e de bem. O feroz e indomável endemoninhado gadareno nascendo de novo como um homem manso e ajuizado. E assim milhares no Evangelho, e milhões de milhões nos séculos, nascendo de novo através da Fé exclusiva Naquele que foi “levantado”.

PORQUE DEUS AMOU O MUNDO DE TAL MANEIRA QUE DEU O SEU FILHO UNIGÊNITO, PARA QUE TODO AQUELE QUE NELE CRÊ NÃO PEREÇA, MAS TENHA A VIDA ETERNA. Este é o princípio que orienta o Novo Nascimento: a Fé em Jesus Cristo como o Filho Unigênito de Deus, dado pelo Pai, para morrer na “haste” por nós. Ele disse: “Na verdade, na verdade eu vos digo que quem ouve a minha Palavra, e crê nAquele que me enviou tem a Vida Eterna e não entra em Juízo, mas já passou da morte para a Vida” (Jo 5.24). Ao ter esta fé em Jesus, o ser humano nasce de novo, como Filho de Deus.

Água e Espírito: Mistério de Deus desde o Princípio. Há 4,5 bilhões de anos o nosso planeta estava perdido, condenado e morto. Jazia em trevas e morava no abismo. Era vazio e estéril. Para que o planeta tivesse uma nova vida foi necessária a ação do Espírito de Deus sobre as águas. Texto de Gênesis diz: “E a Terra era sem forma e vazia. E havia trevas sobre a face do abismo. E o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja Luz. E houve Luz. E viu Deus que era boa a Luz. E fez Deus separação entre a Luz e as trevas” (Gn 1.1-4). O nosso planeta foi o primeiro a “nascer da água e do Espírito”.

O incrível Batismo do planeta Terra. Todo o planeta estava coberto por água. Só depois, surgiu a terra seca: “E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca. E assim foi” (Gn 1.9). A partir desse Batismo por imersão total é que a Terra começou a viver uma nova vida frutífera: “E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie e árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom” (Gn 1.12). E, finalmente, deu o maior de todos os frutos: o ser humano, nascido da própria camada da terra lavada!

A semelhança entre o processo do planeta Terra e o ser humano. Como o homem foi criado o pó da Terra, a comparação é necessária e inevitável: Sem Deus, o ser humano está perdido, condenado e morto. Jaz em trevas e mora no abismo. É vazio e estéril. Para sair desta situação, o ser humano necessita do mover do Espírito de Deus! Em seguida Deus ordena a luz. Não uma luz qualquer, mas a verdadeira Luz do mundo (Jo 8.12). Quando esta Luz brilha, sobrenaturalmente o ser humano é separado das trevas! Assim como a vida na Terra nasceu na água, igualmente, o ser humano precisa ser coberto pelas águas e, a partir daí, por ação do Espírito, viver uma nova vida frutífera (Jo 15.16). E torna-se capaz de produzir o maior de todos os frutos: outros seres humanos, nascidos da sua vida lavada. Este processo, que combina a Água com o mover do Espírito, continua até hoje, como exigência de Deus. Por isso Jesus ter dito: “quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus” (Jo 3.5).

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. É interessante que a fórmula do Batismo em Nome da Trindade, ordenada por Jesus em Mt 28.19, também tenha estado presente no Batismo por imersão do planeta: “E o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja Luz. E houve Luz” (Gn 1.2b-3).

Por Juanribe Pagliarin

bannerMemorial

Terça, dia 19/09, às 19h   Reunião do PROVER   SEDE INTERNACIONAL     Av. Cruzeiro do Sul, 1965 - Santana - São Paulo - SP      

 

   

 



 

Qual destas três Mensagens abaixo você gostaria de ouvir na segunda-feira 25/09/2017?