Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – PA [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Vacina contra gripe: falta imunizar 24% do público-alvo para atingir meta

75,8% já se vacinaram, diz Ministério da Saúde. Campanha vai até o dia 15 de junho com o objetivo de imunizar 54,4 milhões; crianças foram as menos vacinadas.

Aqueles com indicação para tomar a vacina contra a gripe têm até a próxima sexta-feira (15) para se vacinar, diz o Ministério da Saúde. Até agora, a campanha atingiu 78,4% do público-alvo (41,2 milhões): 13,1 milhões de pessoas ainda devem procurar os postos de saúde para que a meta de 54,4 milhões seja atingida.

Crianças entre seis meses e cinco anos foram as menos vacinadas: 57,5% foram levadas para os postos de saúde. O número de crianças vacinadas, contudo, aumentou em relação aos dados divulgados em maio: na ocasião, 34,9% haviam sido imunizadas.

O público com maior taxa de vacinação até o momento são mulheres que tiveram parto recente (86,7%), seguidas pelos idosos (86,6%), professores (85,4%) e indígenas (81,7%).

O Ministério da Saúde organiza campanhas de vacinação contra a gripe todos os anos um pouco antes do inverno. São escolhidos grupos com maior probabilidade de pegar a doença ou com maior risco de complicações graves.

O ministério informa que a escolha desses grupos segue recomendação da Organização Mundial de Saúde, decisão que também tem por base estudos científicos.

Quem tem indicação para a vacina:

1. Professores da rede pública e privada;

2. Profissionais de saúde;

3. Crianças entre 6 meses e cinco anos (estão com a menor cobertura);

4. Gestantes;

5. Mulheres com parto recente (com até 45 dias);

6. Idosos a partir de 60 anos;

7. Povos índigenas;

8. Portadores de doenças crônicas;

9. População privada de liberdade (inclui funcionários do sistema prisional e menores infratores).

Quatro fatos sobre a vacina da gripe

1. A vacina contra a gripe é feita com vírus morto (inativo); por isso, especialistas indicam que o imunizante tem grande margem de segurança;

2. A vacina não é nem feita com o vírus inteiro (são apenas partículas do micro-organismo);

3. Todos os anos, a vacina é atualizada de acordo com os tipos de vírus mais frequentes. A desse ano protege contra três tipos de vírus;

4. As reações possíveis incluem um pequeno mal-estar por resposta do sistema imunológico. Também pode ser que ocorra dor muscular no local da aplicação.

Fonte: G1


bannerMemorial

AGUARDE NOVAS ATUALIZAÇÕES!