Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – PA [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Conheça o serviço de combate às Fakes News do Ministério da Saúde

O serviço de combate às Fake News do Ministério da Saúde, lançado em agosto de 2018, por meio de canal no WhatsApp, foi destaque no Fantástico (TV Globo) deste domingo (2). O médico Dráuzio Varella ressaltou a iniciativa da pasta e ajudou a desmentir algumas notícias falsas relacionadas à saúde recebidas no canal, como supostas propriedades milagrosas de alimentos no combate ao câncer, como a água de coco quente e graviola, além dos mitos sobre vacinação.

O objetivo do serviço é justamente ser um canal aberto e direto com a população para ajudar a desmentir notícias falsas, evitando que informações erradas sejam disseminadas e acabem prejudicando a saúde das pessoas. Por isso, se você recebeu uma mensagem duvidosa no grupo da família ou de amigos, basta enviá-la para o número (61) 99289-4640. As áreas técnicas do Ministério da Saúde serão acionadas e você receberá uma resposta oficial dizendo se os dados são verdadeiros ou falsos.

Em apenas três meses, o canal já recebeu 3.860 mensagens sobre diversos temas, sendo 825 Fake News. As notícias analisadas pela equipe também estão disponíveis no Portal Saúde no endereço saude.gov.br/fakenews e nos perfis do Ministério da Saúde nas redes sociais, onde também estão outras dúvidas com suas respectivas respostas.

É importante lembrar que o canal é exclusivo para o recebimento de Fake News e não deve ser utilizado como serviço de atendimento ao cidadão. Informações sobre o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS), denúncias ou outros tipos de assuntos devem ser direcionados à Ouvidoria Geral do SUS, no número 136, ou às secretarias municipais e estaduais de saúde.

 

Fonte: http://portalms.saude.gov.br


bannerMemorial

Segunda, dia 10/12, 19h Reunião Geral de Líderes e Obreiros       SEDE INTERNACIONAL     Av. Cruzeiro do Sul, 1965 - Santana - São Paulo - SP