Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – PA [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Acredite: comer a sobremesa antes da refeição ajuda na dieta, diz estudo

A inversão permite maior consciência das calorias adicionadas ao prato principal, além de ajudar a controlar compulsões por açúcar

A sobremesa é considerada uma das grandes vilãs da dieta, especialmente as mais calóricas, como bolos e tortas doces. No entanto, pesquisadores descobriram que escolher uma sobremesa calórica antes da refeição principal pode ser uma estratégia para garantir uma alimentação saudável. Como? Simples: escolher um alimento calórico logo no início da refeição influencia na escolha de um prato principal com opções mais saudáveis. Ou seja, as pessoas estão mais propensas a controlarem melhor as calorias do prato principal quando sabem que o número de calorias da sobremesa é alta o suficiente para prejudicar a dieta e, consequentemente, a saúde. 

Os pesquisadores afirmam que esse resultado pode ser obtido mesmo quando uma parte de você sabe que não vai realmente comer ou vai comer apenas uma parte da sobremesa. “Se escolhermos algo saudável primeiro, então isso nos dá uma licença para optar por algo maior depois. [Mas] se você inverter e escolher algo mais pesado no começo, essa licença fica vencida”, comentou Martin Reimann, co-autor do estudo, à revista Time

Apesar disso, os pesquisadores advertem que esse hábito só deve ser adotado de vez em quando já que a presença diária de uma tentação calórica pode interferir na disposição das pessoas em manter-se firme na dieta. Os resultadosforam publicados recentemente no periódico Journal of Experimental Psychology: Applied.

Consciência alimentar

Para chegar a esta conclusão surpreendente, a equipe da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, realizou dois experimentos distintos: no primeiro, envolvendo 134 pessoas, foi oferecido no refeitório da universidade duas opções de sobremesa na guarnição: uma escolha saudável (frutas frescas), colocadas antes da montagem do prato principal e ao final da linha de alimentos; e uma opção calórica (cheesecake de limão), distribuída da mesma forma: no começo e no final da guarnição. Durante quatro dias diferentes os participantes, que incluíam professores, funcionários e alunos, foram observados.

Ao final do acompanhamento, os pesquisadores notaram que quase 70% dos indivíduos que escolheram o cheesecake primeiro optaram por um prato principal mais saudável. No entanto, entre aqueles que escolheram a fruta primeiro, uma versão mais saudável foi escolhida por apenas cerca de 33% dos participantes.

O segundo experimento foi realizado com 160 pessoas fora do campus da universidade: os participantes precisavam montar online um pedido hipotético de jantar. Entre os que escolheram uma sobremesa calórica (bolo de chocolate) antes da refeição, 56% montaram um prato principal mais leve. Já entre os participantes que optaram por uma sobremesa saudável (salada de frutas) apenas 44% fizeram a mesma escolha consciente.

Diante desses resultados, os pesquisadores acreditam que a presença da sobremesa torna as pessoas mais conscientes da quantidade de calorias que vão ingerir considerando a refeição como um todo (sobremesa e prato principal).

Desejo controlado

A escolha da sobremesa também pode ajudar a controlar o desejo por alimentos pouco saudáveis. A descoberta, publicada em 2012 na revista Steroids, indica que pessoas obesas que seguem um plano de dieta que permite o consumo de sobremesas no café da manhã sentem menos desejo de comer alimentos pouco saudáveis. No entanto, indivíduos obesos que têm refeições matinais com baixo teor de calorias e carboidratos não apresentam o mesmo controle. Para os pesquisadores envolvidos, essas obervações sugerem que o horário em que um alimento calórico é consumido pode ajudar no gerenciamento da perda de peso a longo prazo.

Outro estudo, publicado no International Journal of Eating Disorders, aponta que permitir-se comer doces de forma moderada também ajuda a evitar compulsões por açúcar. Isso porque a privação pode desencadear vontades que levam os indivíduos a exagerar na quantidade quando finalmente se permitem comer doces. Portanto, para quem está planejando manter uma dieta a longo prazo reduzindo a ingestão de açúcar, a melhor maneira de fazê-lo é se permitir comer de vez em quando algo bem doce e calórico para evitar compulsões geradas pela abstinência. De acordo com especialistas, essa estratégia funciona porque a redução gradual ajuda a treinar o paladar e o cérebro a desejar cada vez menos alimentos açucarados.

Depois do treino

Para quem pratica qualquer tipo de atividade física – como musculação, natação e corrida, por exemplo – a recomendação é sempre se alimentar depois do treino já que as células precisam de glicose para se reabastecer. Por causa disso, especialistas sugerem acrescentar uma sobremesa a essa refeição obrigatória. “Você também deve acrescentar proteína para ajudar a reconstruir e reparar qualquer ruptura muscular que possa ter acontecido durante o exercício”, sugeriu a nutricionista Christy Brissette, à revista Time

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Dom. dia 02/06, às 8h Reunião do Santo Jejum     SEDE GUARULHOS           Av. Guarulhos, 80 - Centro - Guarulhos - SP