Petrobras reajusta nesta sexta-feira preços de gasolina, diesel e gás de cozinha

Preço médio de venda da gasolina passa de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, uma alta de 18,8%; valor do diesel sobe de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, aumento de 24,9%.

Em meio à disparada dos preços do petróleo, a Petrobras reajusta nesta sexta-feira (11) os preços de gasolina e diesel para as distribuidoras.

A partir desta sexta-feira (11), o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passou de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, um aumento de 18,8%. Para o diesel, o preço médio passou de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, uma alta de 24,9%.

“Após 57 dias sem reajustes, a partir de 11/03/2022, a Petrobras fará ajustes nos seus preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras”, informou a estatal, em comunicado divulgado na véspera.

Para o GLP, o preço médio de venda do GLP da Petrobras, para as distribuidoras foi reajustado em 16,1%, e passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg.

O produto não era reajustado há 152 dias e custa atualmente no país R$ 102,64 o botijão de 13 kg, em média, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

“Após serem observados preços em patamares consistentemente elevados, tornou-se necessário que a Petrobras promova ajustes nos seus preços de venda às distribuidoras para que o mercado brasileiro continue sendo suprido, sem riscos de desabastecimento, pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras”: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras” , justificou a estatal, acrescentando que decidiu não repassar de imediato a volatilidade decorrente da guerra na Ucrânia.

“Esses valores refletem parte da elevação dos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia. Mantemos nosso monitoramento contínuo do mercado nesse momento desafiador e de alta volatilidade”, acrescentou a Petrobras.

As ações da Petrobras subiram mais de 4% após o anúncio.

Preço nas bombas

Vale lembrar que o valor final dos preços dos combustíveis nas bombas depende também de impostos e das margens de lucro de distribuidores e revendedores.

Segundo a ANP, o preço médio da gasolina no país ficou em R$ 6,577 na semana encerrada no dia 5. Já o do diesel, em R$ 5,603.

Mudanças na política de preços

O mercado segue de olho em medidas do governo para conter a alta dos preços dos combustíveis para os consumidores. Nesta quinta-feira (10), o Senado aprovou um projeto que cria auxílio-gasolina e fundo para estabilizar preços dos combustíveis.

Desde 2016, a Petrobras passou a adotar para suas refinarias uma política de preços que se orienta pelas flutuações do preço do barril de petróleo no mercado internacional e pelo câmbio.

O presidente Jair Bolsonaro, mirando a campanha à reeleição, tem indicado, porém, que não deve deixar a estatal brasileira repassar integralmente a alta do petróleo no mercado internacional aos preços do mercado interno. Na segunda-feira (7), ele disse que a paridade da empresa com os preços internacionais “não pode continuar“.

petróleo Brent, principal referência internacional, já acumula alta de mais de 40% no ano, e chegou a alcançar US$ 139 na segunda-feira (7).

De acordo com o sócio-diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), Adriano Pires, mesmo com o novo reajuste, a defasagem ante a paridade de importação ainda é em torno de 20% (estava em -31,6% em 07/03) no preço da gasolina nas refinarias da Petrobras no Brasil e de 19% (estava em -34,1% em 07/03) no diesel.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) classificou o reajuste desta quinta-feira como “inadmissível” e “mais uma demonstração da falta de respeito do governo Bolsonaro e da gestão da Petrobras“, uma vez que foi anunciado enquanto estava em votação no Senado Federal projeto de lei para a estabilização dos preços dos combustíveis.

“Desde a adoção do Preço de Paridade de Importação (PPI), em outubro de 2016, a gasolina e o óleo diesel, na refinaria, tiveram reajuste de 157%, ante uma inflação de 31,5% no período. No gás de cozinha, a alta acumulada foi ainda maior, de 349,3%”, afirmou, em nota, a FUP.

Fonte: G1

Conselho de Segurança da ONU se reúne nesta sexta (11) para debater armas químicas na Ucrânia

Encontro foi convocado pela Rússia, que alega uma suposta fabricação desse tipo de armamento por parte dos ucranianos.

O Conselho de Segurança da ONU realizará, a pedido de Moscou, uma reunião de emergência nesta sexta-feira (11) para debater a suposta produção de armas químicas na Ucrânia.

A Rússia acusa ucranianos e norte-americanos de administrar laboratórios para produzir armas químicas na Ucrânia, o que foi negado por ambos os governos.

Moscou já havia acusado os Estados Unidos em 2018 de realizar secretamente experimentos químicos em um laboratório na Geórgia, outra ex-república soviética que, como a Ucrânia, quer ingressar na Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e na União Europeia.

Desde quarta-feira (9), os Estados Unidos e o Reino Unido alegam que a Rússia pode ter usado armas químicas na Ucrânia. “A Rússia tem repetidamente espalhado desinformação sobre o uso repetido de armas químicas pela Síria”, disse o vice-embaixador dos EUA, Richard Mills.

“A recente torrente de mentiras da Rússia, na tentativa de justificar a guerra premeditada e injustificada contra a Ucrânia, deve deixar claro, de uma vez por todas, que não se pode confiar na Rússia para falar sobre o uso de armas químicas na Síria”, afirmou.

Durante os últimos dez dias, “a Rússia continuou sua guerra de agressão contra a Ucrânia, sitiando cidades, matando civis indiscriminadamente e forçando milhões de pessoas a fugir por segurança”, acusou seu colega britânico, James Kariuki.

“Os paralelos com a ação russa na Síria são claros” e “a comparação se estende também às armas químicas, pois vemos o conhecido espectro da desinformação russa”, acrescentou.

Fonte: R7

Inscrições para o Fies terminam nesta sexta-feira (11)

Programa concede financiamento a alunos que buscam ingressar em instituições privadas de ensino superior; resultado dos pré-selecionados será divulgado no dia 15 de março.

Termina nesta sexta-feira (11) o prazo de inscrição no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o primeiro semestre de 2022. O programa concede financiamento a alunos que buscam ingressar em instituições privadas de ensino superior.

Na primeira metade de 2022, os estudantes terão acesso a 66.555 vagas, que correspondem a 60% do total ofertado neste ano. Podem se candidatar os alunos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010, com média mínima de 450 pontos e nota superior a zero na redação.

O resultado dos pré-selecionados será divulgado no dia 15 de março.

Como se inscrever

Para se inscrever no Fies, os candidatos devem fazer o cadastro no Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. Os estudantes precisam informar o CPF e a senha. Caso não tenham conta no portal, é possível se cadastrar.

No ato da inscrição, o participante pode escolher até três opções de cursos de graduação dentre aqueles disponíveis no grupo de preferência. Os cursos poderão ser alterados até o fim do prazo de cadastro.

O resultado dos pré-selecionados em chamada única será divulgado no dia 15 de março. A complementação das informações será realizada no período de 16 a 18 de março e a lista de espera vai de 16 de março a 28 de abril.

*Com informações da Agência Brasil

Fonte: CNN BRASIL

Missões da Nasa e da Agência Espacial Europeia capturam imagens de erupções solares

Erupções solares podem causar breves blecautes de sinal de rádio nos polos e pequenas tempestades de radiação que podem colocar astronautas em perigo.

Sol está ficando mais ativo e duas missões solares estão perfeitamente preparadas para captar o espetáculo estelar.

A nave espacial Solar Orbiter, parte de uma missão conjunta entre a Nasa e a Agência Espacial Europeia (ESA), está se preparando para a sua abordagem mais próxima ao Sol até agora, no dia 26 de março.

E até agora a viagem teve tudo menos tédio.

Uma grande erupção solar explodiu em 2 de março. A erupção foi classificada como classe M, o quarto tipo mais forte das cinco categorias que medem a intensidade das erupções solares. Um evento com essa força pode causar breves blecautes de sinal de rádio nos polos e pequenas tempestades de radiação que podem colocar astronautas em perigo, de acordo com a Nasa.

O telescópio Extreme Ultraviolet Imager da Solar Orbiter capturou em vídeo o evento dramático.

Enquanto isso, a sonda Parker Solar, que se tornou a primeira nave espacial a “tocar o Sol” no final de 2021, sofreu recentemente os extremos de uma grande proeminência solar, quando o Sol libertou toneladas de partículas carregadas na direção da Parker em 15 de fevereiro.

A ESA descreveu proeminências solares como “grandes estruturas de linhas de campo magnético emaranhadas que mantêm concentrações densas de plasma solar suspensas acima da superfície do Sol, às vezes tomando a forma de arcos”.

É o maior evento presenciado pela Parker durante os seus 3,5 anos de voo.

“O choque do evento atingiu a cabeça da sonda Parker Solar, mas a nave espacial foi construída para resistir a atividades como essa para obter dados nas condições mais extremas”, afirmou Nour Raouafi, cientista do projeto para Parker, em declaração. “Com o Sol cada vez mais ativo, estamos ansiosos para ver os dados que a Parker Solar vai recolher ao se aproximar mais”.

Extremos solares

Se as erupções e tempestades solares parecem estar ocorrendo com mais frequência, como o impressionante clarão em 15 de fevereiro (também capturado pela Solar Orbiter) ou a tempestade solar que afetou os satélites Starlink da SpaceX, é porque o Sol está aumentando sua atividade à medida que se dirige para o máximo solar.

É importante compreender o ciclo solar porque o tempo espacial causado pelo Sol (erupções solares e eventos coronais de ejeção de massa) pode impactar a rede de energia, satélites, GPS, companhias aéreas, foguetes e astronautas no espaço.

A cada 11 anos, o Sol completa um ciclo solar de atividades com calmaria e tempestade e começa um novo. O ciclo atual, denominado Ciclo Solar 25, começou oficialmente em dezembro de 2019 e prevê-se que o próximo máximo solar, quando o sol viverá o pico de atividade, ocorra em julho de 2025.

Ao longo de um ciclo solar, o Sol passa de um período calmo para outro muito intenso e ativo. A atividade é acompanhada pela contagem de manchas solares no Sol e quantas são visíveis ao longo do tempo.

Manchas solares, ou manchas escuras no sol, são o ponto de origem das erupções explosivas e dos eventos de ejeção que liberam luz, material solar e energia no espaço.

Definindo um caminho

A sonda Parker Solar acabou de concluir a sua décima primeira abordagem próxima das 24 planejadas durante sua missão. A Parker vai chegar a 6,4 milhões de quilômetros da superfície do Sol em dezembro de 2024.

A aproximação é especial porque, como a nave espacial estava coletando amostras do vento solar e campos magnéticos a uma distância de 8,5 milhões de quilômetros, mais de 40 observatórios em todo o mundo também observavam o Sol. Os telescópios visíveis, de infravermelhos e de rádio podem fornecer dados diferentes a uma distância maior, permitindo aos cientistas desenvolver uma imagem mais ampla do sol.

A maior parte dos dados de Parker da aproximação regressará à Terra entre 30 de março de 1º de maio, e os cientistas solares estão ansiosos para ver o que a nave espacial experimentou durante a erupção de 15 de fevereiro. A próxima passagem próxima da Parker pelo Sol começará em 1º de junho.

Em seguida, será a vez da Solar Orbiter. Em 14 de março, a nave espacial passará a órbita de Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol, antes de se dirigir a uma posição a um terço da distância entre a Terra e a sua estrela em 26 de março.

Com telescópios de alta resolução, a nave espacial vai se aproximar mais do Sol do que tem feito desde o lançamento em fevereiro de 2020.

“A partir desse ponto, estamos ‘entrando no desconhecido’ no que diz respeito às observações do Sol por parte da Solar Orbiter”, disse Daniel Müller, cientista do projeto Solar Orbiter.

O variado conjunto de dez instrumentos da Solar Orbiter será executado simultaneamente, pronto para medir o vento solar e ficar de olho nas mini erupções, chamadas fogueiras, que ela flagrou nas primeiras imagens da missão.

Fonte: CNN BRASIL

‘Eu dirijo a nação para o lado que os senhores desejarem’, diz Bolsonaro a pastores

Presidente reuniu dezenas de líderes religiosos em evento no Palácio da Alvorada e chora ao comentar sobre a facada.

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira a pastores que dirige o país”para o lado” que eles “desejarem”. Bolsonaro reuniu dezenas de líderes religiosos no Palácio da Alvorada, e chegou a chorar no encontro ao comentar o episódio da facada em 2018. Apesar de não ter um tema definido, o encontro serviu para as lideranças demonstrarem apoio a Bolsonaro, inclusive com menções veladas à sua reeleição. Segundo Lauro Jardim, 280 religiosos participaram do encontro, entre deputados federais, senadores e pastores.

— Seria muito fácil estar do outro lado. Mas, como eu acredito em Deus, se fosse para estar do outro lado, nós não seríamos escolhidos. Eu falo “nós” porque a responsabilidade é de todos nós. Eu dirijo a nação para o lado que os senhores assim o desejarem — declarou Bolsonaro. A cerimônia ocorreu em um salão dentro do Alvorada e durou cerca de duas horas. Vinte e quatro pastores, de diversas igrejas e denominações, fizeram orações e discursos demonstrando apoio ao presidente. Também estavam presentes ministros do governo federal e parlamentares.

Entre os presentes estavam Estevam Hernandes, da Igreja Renascer em Cristo, Abner Ferreira, da Assembleia de Deus Ministério de Madureira, e Silas Malafaia, Assembleia de Deus Vitória em Cristo, um dos principais apoiadores do e Bolsonaro.

O encontro não consta da agenda oficial do presidente, mas foi comunicado à imprensa na segunda-feira pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência (Secom) e foi transmitido na conta de Bolsonaro no Facebook.

Ao final da cerimônia, o presidente agradeceu a “manifestação de preocupação” apresentada pelos líderes religiosos:

— Agradeço do fundo do meu coração essa manifestação de preocupação com o futuro da nossa pátria, do nosso Brasil.

Alguns dos presentes manifestaram apoio à reeleição de Bolsonaro. O apóstolo Ezequiel Teixeira, da Igreja Projeto Vida Nova, disse, por exemplo, esperar que o presidente fique “muito outros anos” no governo e que sua vitória também seria deles.

— O senhor foi posto por Deus nessa cadeira. E só Deus pode tirar. Ninguém pode fazer. Nós cremos que vamos ter muitos outros anos pela frente. Nós estamos torcendo, não pela vitória de A ou B, nós estamos torcendo pela vitória de nossa nação. A sua vitória é a nossa vitória.

O bispo Abner Ferreira, da Assembleia de Deus Ministério de Madureira, disse há um “chamamento” em 2022.

— Quero chamar a atenção de todos que estão aqui para uma reflexão. Nós temos um chamamento nesse ano de 2022 . Nós não podemos perder de vista isto.

Presidente da Igreja Comunitária das Nações, JB Carvalho fez um paralelo com os Estados Unidos e disse desejar que “antes que seja tarde” as pessoas entendam que Bolsonaro “é a resposta à oração da igreja” — segundo ele, isso demorou a ocorrer com os americanos no caso de Donald Trump.

— Meus amigos americanos perguntam a si mesmo, antes, se Donald Trump era a resposta à oração deles. Era um questionamento entre as igrejas. Agora eles sabem que Donald Trump  é a resposta às orações dele. Espero que antes que seja tarde nós saibamos que Jair Bolsonaro é a resposta à oração da igreja.

O presidente da Renascer em Cristo, Estevam Hernandes, afirmou que há o desafio de “não permitir que o espinheiro governe o Brasil”.

O presidente do Republicanos, deputado federal Marcos Pereira (SP), foi um dos presentes. Recentemente, ele criticou Bolsonaro por sua atuação na janela partidária e deu sinais de que seu partido pode não apoiar a campanha à reeleição do presidente.

Pereira fez o discurso mais breve de todos, sem citar Bolsonaro nominalmente:

— Duas bandeiras nos unem a todos aqui: a bandeira do Senhor e a bandeira do Brasil. Deus abençoe o Senhor, Deus abençoe o Brasil.

Veja lista de pastores presentes

  1. Oídes do Carmo – Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil (Conamad)
  2. Juanribe Pagliarin – Paz e Vida
  3. Apóstolo Rina – Bola de Neve
  4. Agenor Duque – Plenitude do Trono de Deus
  5. Pastor Victor Hugo – Igreja de Cristo
  6. Bispo JB Carvalho – Igreja Comunidade das Nações
  7. Abe Huber – Associação MDA
  8. Pastor Jair de Oliveira – Igreja Casa da Bênção
  9. Jorge Linhares – Igreja Batista Getsêmani
  10. Apóstolo Luiz Hermínio – Presidente do Ministério MEVAM
  11. Dom Paulo Garcia – Igreja Episcopal do Brasil
  12. Apóstolo Ezequiel Teixeira – Igreja Projeto Vida Nova
  13. Pastor Geronimo Onofre – Igreja do Evangelho Quadrangular
  14. Deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP)
  15. Josué Valandro Júnior –  Igreja Batista Atitude
  16. Pastor José Maria – Ordem dos Pastores Batistas do Brasil
  17. Pastor Samuel Câmara – Assembleia de Deus em Belém
  18. Deputado federal Sóstenes Cavalcante (União Brasil-RJ), presidente da frente parlamentar evangélica
  19. Estevam Hernandes – Renascer em Cristo
  20. Apóstolo César Augusto – Fonte da Vida
  21. Abner Ferreira – Assembleia de Deus Ministério de Madureira
  22. René Terra Nova Assembleia de Deus do Pará
  23. Silas Malafaia – Assembleia de Deus Vitória em Cristo
  24. Gilberto Marques – Confederação Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGABD)

Fonte: O Globo

Senado discute dois projetos para reduzir preços dos combustíveis

Dois projetos que abordam tentativas de solucionar a escalada do preço dos combustíveis estão na pauta desta quarta-feira (9).

Estão na pauta do Senado nesta quarta-feira (9) dois projetos que visam diminuir o preço dos combustíveis no Brasil. Os projetos deveriam ter sido apreciados pelos senadores antes do Carnaval, mas a votação foi adiada para esta quarta.  Os dois projetos abordam tentativas de solucionar a escalada do preço dos combustíveis nas bombas.

Uma das propostas já foi aprovada pela Câmara, em outubro do ano passado, e altera a forma como o ICMS incide sobre o preço da gasolina, do diesel e do etanol. O texto estabelece que o imposto seja cobrado pelos estados com base no valor médio dos combustíveis em anos anteriores.

A segunda proposta foi analisada apenas na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado e aprovada pelo colegiado no fim do ano passado. O texto sugere a criação de um fundo de estabilização para conter a alta da gasolina, do diesel e do gás de cozinha com a instituição de um mecanismo de bandas de amortecimento da volatilidade do preço desses derivados. Os projetos serão analisados pelos senadores em meio à escalada do preço do petróleo, com a guerra da Rússia contra a Ucrânia. Na segunda-feira (7), o preço do barril de petróleo do tipo Brent chegou a US$ 139, um recorde desde 2008. As matérias estão em discussão há semanas, mas, por falta de acordo, os textos não foram votados.

Na última sessão que discutiu os projetos antes do Carnaval, o relator da proposta, Jean Paulo Prates (PT-RN), chegou a ler o parecer do PLP 11, que institui uma alíquota única do ICMS, adotando não mais o preço de mercado dos derivados do petróleo, mas considerando o litro do produto.

Os senadores, no entanto, questionaram a capacidade de a fixação da alíquota resolver o problema do preço dos combustíveis. Além disso, ponderaram que, como a implementação do regime de cobrança única do ICMS dependerá de regulamentação pelo Confaz, pouca coisa mudaria na prática.

Fonte: R7

Estado de SP deve anunciar fim da obrigatoriedade de máscara ao ar livre

Medida havia sido anunciada em novembro do ano passado, mas foi barrada pela descoberta da variante Ômicron do coronavírus.

O estado de São Paulo deve anunciar a partir das 12h45 desta quarta-feira (9), em coletiva de imprensa com o governador João Doria (PSDB), o fim do uso obrigatório da máscara de proteção facial contra a Covid-19 ao ar livre. O uso do equipamento foi instituído pelo governo em ambientes fechados e abertos em maio de 2020.

Estudos têm afirmado que a possibilidade de transmissão da doença é menor em ambientes ao ar livre, enquanto é mais alta em locais fechados e sem ventilação, mesmo quando há distanciamento social. Contudo, o fim da obrigação tem dividido especialistas.

Em cerca de dois anos de pandemia, a flexibilização do uso de máscara só começou a ser planejada pelo governo em novembro do ano passado. Com os indicadores da pandemia em baixa e o alto índice de vacinação no estado, o governo chegou a anunciar a flexibilização, mas voltou atrás depois da descoberta da variante Ômicron, muito mais transmissível.

A cautela provou-se necessária depois que a variante varreu o país e o estado a partir do final do ano passado e fez a média móvel de casos atingir os piores indicadores de toda a pandemia no começo de 2022. Com 82,7% da população imunizada com as duas doses, a cepa não teve o mesmo impacto avassalador no número de mortes e internações.

Depois de atingir o pico da onda da Ômicron no início de fevereiro, o estado apresenta atualmente queda de 62% nas internações em enfermarias e de 52% nas internações em UTIs (unidades de terapia intensiva), segundo o governo.

Além de São Paulo, outros estados que desobrigaram as pessoas parcialmente do uso de máscara são Rio de Janeiro, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além do Distrito Federal.

Fonte: R7

Rússia defende negociações e nega querer derrubar governo da Ucrânia

MOSCOW, RUSSIA – JANUARY 28, 2021: Russia’s Foreign Ministry Spokesperson Maria Zakharova gives a briefing on the current issues of the Russian foreign policy and international relations. Russian Ministry of Foreign Affairs/TASS
Ðîññèÿ. Ìîñêâà. Îôèöèàëüíûé ïðåäñòàâèòåëü ÌÈÄ Ðîññèè Ìàðèÿ Çàõàðîâà âî âðåìÿ áðèôèíãà ïî òåêóùèì âîïðîñàì âíåøíåé ïîëèòèêè. Ïðåññ-ñëóæáà ÌÈÄ ÐÔ/ÒÀÑÑ

Representante do Ministério das Relações Exteriores russo afirmou também que Moscou quer avançar nas próximas negociações.

Rússia alcançará seu objetivo de garantir o status neutro da Ucrânia e prefere fazer isso por meio de negociações, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, nesta quarta-feira (9).

Os objetivos de Moscou não incluem derrubar o governo de Kiev, e a Rússia espera alcançar progressos mais significativos na próxima rodada de negociações com a Ucrânia, disse Zakharova em uma coletiva de imprensa, acrescentando que a operação militar da Rússia está seguindo estritamente seu plano.

Além disso, Zakharova acrescentou que a Rússia já teria recebido mais de 140 mil ucranianos em seu território desde a chamada “operação militar especial” na Ucrânia. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 2 milhões de refugiados já deixaram a Ucrânia até o momento.

Um novo cessar-fogo para a saída de civis da Ucrânia através de corredores humanitários foi informado pelos russos nesta quarta-feira (9). Apesar da interrupção dos ataques desde às 9 horas local (4 horas de Brasília) desta quarta, as Forças Armadas ucranianas divulgaram um comunicado afirmando ser “difícil confiar no ocupante”.

Além da capital, Kiev, os corredores humanitários para pessoas estarão em Chernihiv, Sumy, Kharkiv e Mariupol. Apenas em Sumy, 5 mil pessoas deixaram a cidade na terça-feira.

O prefeito de Sumy, Oleksandr Lysenko, confirmou que civis em carros particulares estavam deixando a cidade também nesta quarta-feira.

*Com informações da CNN

Fonte: CNN BRASIL

Putin afirma que só encerrará guerra se Ucrânia parar de resistir

Em ligação com presidente da Turquia, russo disse que demandas de Moscou precisam ser cumpridas e espera abordagem mais “construtiva” de negociadores ucranianos.

presidente russo Vladimir Putin alertou a Ucrânia neste domingo (6) que a operação militar da Rússia só será interrompida se Kiev parar de resistir e cumprir todas as exigências do Kremlin.

Putin disse ao presidente turco Tayyip Erdogan, por telefone, que os negociadores da Ucrânia deveriam adotar uma abordagem mais “construtiva” nas conversas com Moscou para levar em conta a realidade em solo ucraniano.

Putin, cujos comentários foram publicados em um comunicado do Kremlin sobre a ligação, disse que sua “operação militar especial” na Ucrânia estava indo de acordo com o planejado.

“Foi sublinhado que a suspensão da operação especial só é possível se Kiev interromper as operações militares e cumprir as conhecidas exigências russas”, disse o Kremlin.

A Rússia, que invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro, chama suas ações em seu ex-vizinho soviético de “operação especial” que busca destruir as capacidades militares da Ucrânia, expurgar o país do que diz ser nacionalistas e torná-lo um estado neutro.

O líder do Kremlin disse a Erdogan que Moscou está aberta ao diálogo com as autoridades ucranianas, mas que espera que os negociadores ucranianos adotem uma abordagem mais construtiva na próxima rodada de negociações.

“[…] chamou-se a atenção para a futilidade de qualquer tentativa de prolongar o processo de negociação, que está sendo usado pelas forças de segurança ucranianas para reagrupar suas forças e recursos”, disse o Kremlin.

“Espera-se que durante a próxima rodada de negociações planejada, os representantes da Ucrânia mostrem uma abordagem mais construtiva, levando plenamente em conta as realidades emergentes”, concluiu o governo russo.

Rússia e Ucrânia realizarão uma terceira rodada de negociações na segunda-feira (7) sobre um possível cessar-fogo, disse o negociador ucraniano David Arakhamiya em um post no Facebook neste sábado (5), sem fornecer mais detalhes. A Rússia ainda não confirmou a nova data.

Fonte: CNN BRASIL

Valores a receber: Dinheiro esquecido em bancos começa a ser liberado hoje; veja como sacar

Calendário de resgate de dinheiro da primeira fase – que inclui 3,9 bilhões dos 8 bilhões esquecidos – vai até 26 de março.

Banco Central do Brasil (BC) começa a liberar o dinheiro esquecido em bancos a partir desta segunda-feira (7). Até o dia 11 (sexta-feira), os nascidos até 1968 que descobriram que tem valores a receber de contas inativas em bancos vão poder pedir a transferência do dinheiro.

Bom lembrar a quem fez a consulta no Sistema de Valores a Receber (SVR) – que você acessa pelo site valoresareceber.bcb.gov.br – que é preciso seguir a data e o horário indicados pelo sistema: das 4h às 14h ou das 14h até meia-noite.

Nesta primeira fase serão devolvidos R$ 3,9 bilhões dos cerca de R$ 8 bilhões ‘esquecidos’ e a liberação do dinheiro vai ser feita até 26 de março. O calendário de resgate terá datas para saque e repescagem para quem perder a data agendada.

De 7 a 11 de março vão poder sacar as pessoas e empresas nascidas ou criadas até 1968. De 14 a 18 de março será a vez dos pessoas e CNPJs com data de nascimento ou criação entre 1968 e 1983. Por fim, entre 21 e 25 de março, vão poder movimentar o dinheiro quem nasceu a partir de 1983.

Todos os grupos vão ter direito a repescagem. As datas para a segunda chance vão ser em 12, 19 e 26 de março, uma para cada grupo, respectivamente.

Veja como consultar e resgatar o dinheiro esquecido em bancos

Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br;

Use seu CPF e data de nascimento ou CNPJ e data de abertura da empresa para consultar se você tem valores a receber;

Caso positivo, guarde bem a data que o sistema vai lhe informar

Se você ainda não tiver login Gov.br, faça seu cadastro gratuito no site ou pelo App Gov.br (Google Play e App Store). Você vai precisar de um cadastro Gov.br nível prata ou ouro para solicitar os recursos. Não será possível acessar o sistema com login Registrato;

Volte ao site valoresareceber.bcb.gov.br na data informada e use seu login Gov.br para acessar o sistema, saber qual o valor disponível e solicitar sua transferência,

Se você perder sua data de resgate, acesse novamente o site valoresareceber.bcb.gov.br em outro dia e o sistema vai informar uma nova data para retorno.

Não se preocupe com seu direito sobre os recursos a devolver. Eles são seus e continuarão guardados pelas instituições financeiras o tempo que for necessário, esperando até que você solicite a devolução.

Quais os casos possíveis de recebimento do dinheiro esquecido?

Nesta primeira fase, os casos possíveis de recebimento são:

contas-correntes ou poupança encerradas com saldo disponível;

tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado pelo banco com o BC;

cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito,

recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados.

Nova fase de consulta será quando?

As datas são geradas apenas para quem tem dinheiro no sistema. Aqueles que acessaram o sistema e não encontraram recursos poderão consultar novamente quando a autoridade monetária liberar nova etapa.

O BC estima que há cerca de R$ 8 bilhões em valores a serem devolvidos, mas nesta primeira fase do serviço estão disponíveis R$ 3,9 bilhões. O acesso aos outros R$ 4,1 bilhões será liberado futuramente.

Quem recebeu a mensagem “atualmente você não tem valores a receber” é informado no site que poderá fazer nova consulta a partir de 2 de maio. Mas o BC não confirmou esta data e disse que as próximas fases ainda vão ser programadas.

Fonte: Valor Investe