Pr. Marcelo Torres

Pr. Marcelo Torres

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Nacional – SP   [email protected]  

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Danilo Queiroz

Pr. Danilo Queiroz

Sede Estadual – CE   [email protected]  

Pr. Weslley Santos

Pr. Weslley Santos

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Ademir Pereira

Pr. Ademir Pereira

Sede Estadual - RN [email protected]  

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Alexandre Teodoro

Pr. Alexandre Teodoro

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Ter um propósito na velhice faz a diferença para a saúde

Dar início a novos projetos, hobbies ou trabalhos é uma maneira de manter a integridade do corpo e da mente após os 50 anos de idade.

O que faz você levantar todas as manhãs? Segundo um estudo da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, a resposta a essa pergunta tem impacto direto na saúde de quem já passou dos 50 anos. Após aplicar um questionário que avaliou o bem-estar de 6 985 pessoas acima dessa faixa etária, o grupo de pesquisa concluiu que aquelas sem um forte propósito de vida apresentavam maior taxa de mortalidade ao longo dos anos.

O trabalho, publicado no prestigiado periódico científico The Journal of the American Medical Association, incentiva a adoção de políticas públicas para acolher quem está desamparado e sem rumo.

“Nessa fase, é preciso descobrir novas motivações e ficar atento ao isolamento social, que pode levar à depressão”, alerta o médico Carlos André Uehara, presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Quatro mensagens para descobrir novos sentidos e angariar disposição

Planos em ação: sabe aquela ideia que você deixou engavetada na cabeça por todos esses anos? Hora de executá-la.

Ofício não é tudo: por mais que o trabalho seja importante, ele não deve ser a única razão para permanecer motivado.

Redes de suporte: procure grupos de apoio próximos de casa. Pode ser num clube, numa igreja, num centro de convivência…

Sinais alarmantes: tristeza que não passa e pouca vontade de sair ou interagir são preocupantes. Procure um médico.

Fonte: Saúde Abril

bannerMemorial

Sexta, dia 06/03, às 19h Cura Divina e Libertação SEDE NACIONAL               Av. Cruzeiro do Sul, 1965 - Santana - São Paulo - SP