Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Reinaldo Rosário

Pr. Reinaldo Rosário

Sede Estadual – CE [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected] [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Crescio Rezende

Pr. Crescio Rezende

Sede Estadual - RN [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Bolsa renova máxima histórica e dólar opera em alta

OIbovespaprincipal indicador da bolsa de valores paulista, renovou o recorde histórico na manhã desta segunda-feira. O indicador subia 1,07%, a 89.366 pontos, por volta das 13h29. Na quinta-feira, véspera do feriado de Finados, a bolsa fechou com o recorde 88.419 pontos – o anterior, de 87.652 pontos, foi registrado em 26 de fevereiro.

No Brasil, o mercado segue ansioso para descobrir os acordos que serão negociados para a possível votação da reforma da Previdência. “Em se tratando do cenário pós-eleitoral nacional, os destaques ficam com a ida de Jair Bolsonaro a Brasília nessa semana para iniciar efetivamente a transição com o atual Governo, o que alimenta ansiedade no mercado acerca dos acordos para eventuais votações da reforma da Previdência bem como na cessão onerosa, existindo a possibilidade de algum avanço em ambos os assuntos ainda nessa semana”, afirma relatório da corretora H.Commcor.

dólar opera em alta de 10,19%, a 3,70 reais por influência da força da moeda americana ante os países emergentes. O mercado financeiro também observa a composição do futuro governo Jair Bolsonaro (PSL). Na última sessão, o dólar fechou em queda de 0,76%, vendido a 3,6943 reais. Em outubro, a moeda recuou 7,79%, sua maior queda porcentual desde junho de 2016. Na semana passada, subiu 1,09%, a primeira alta após seis semanas consecutivas de queda, período no qual perdeu 12,29% de seu valor.

No cenário exterior, o mercado aguarda as eleições norte-americanas conhecidas como “meio de mandato”. O pleito será realizado nesta terça e pode resultar em obstáculos para Donald Trump ao equilibrar o Congresso entre republicanos e democratas.

“Além dessa possível cautela, dados animadores dos Estados Unidos referentes ao mês de outubro podem seguir alimentando a força do dólar”, ressalta o boletim financeiro da corretora H. Commor.

A taxa de desemprego do país americano, por exemplo, ficou em 3,7%  em linha com as expectativas dos economistas.

Fonte: VEJA

bannerMemorial

Domingo, dia 25/11, às 8h 2019 - O ANO ACEITÁVEL DO SENHOR SEDE INTERNACIONAL                   Av. Cruzeiro do Sul, 1965 - Santana - SP