Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Ademir Pereira

Pr. Ademir Pereira

Sede Estadual - RN [email protected]  

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Nacional – SP   [email protected]  

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Alexandre Teodoro

Pr. Alexandre Teodoro

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Márcio Candido

Pr. Márcio Candido

Sede Estadual – PA [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Danilo Queiroz

Pr. Danilo Queiroz

Sede Estadual – CE   [email protected]  

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Weslley Santos

Pr. Weslley Santos

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Marcelo Torres

Pr. Marcelo Torres

Sede Estadual - SE [email protected]

Caixa tem lucro de R$ 7,5 bi no primeiro semestre, mostram dados do BC

A Caixa Econômica Federal teve lucro líquido de R$ 7,533 bilhões no primeiro semestre deste ano, o que equivale a uma alta de 13,2% em relação ao mesmo período de 2018, segundo dados disponíveis no site do Banco Central. A Caixa Econômica anunciou nesta segunda que divulgará seus resultados consolidados do semestre na terça-feira pela manhã.

As receitas do bancoestatal com prestação de serviços e cobrança de tarifas somaram R$ 13,2 bilhões no período, avanço de 1,2% sobre o ano passado. Também na comparação semestral, as despesas da Caixa com pessoal avançaram 3,2%, para R$ 10,75 bilhões, enquanto as demais despesas administrativas recuaram 13,4%, para R$ 4,89 bilhões.

O resultado da provisão para créditos de difícil liquidação, que reflete quanto um banco espera ter de perdas com calotes, somou R$ 6,2 bilhões, segundo dados do Banco Central. Um ano antes, a Caixa fizera provisão para perdas com inadimplência de R$ 7,1 bilhões.

(Com Reuters)

Fonte: VEJA


bannerMemorial

Aguarde novas atualizações