Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Nacional – SP   [email protected]  

Pr. Alexandre Teodoro

Pr. Alexandre Teodoro

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Marcelo Torres

Pr. Marcelo Torres

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – CE   [email protected]  

Pr. Jean Vilela

Pr. Jean Vilela

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PB [email protected]

Pr. Márcio Candido

Pr. Márcio Candido

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Wadson Medeiros

Pr. Wadson Medeiros

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Ademir Pereira

Pr. Ademir Pereira

Sede Estadual - RN [email protected]  

Pr. Weslley Santos

Pr. Weslley Santos

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. David Scarinci

Pr. David Scarinci

Sede Estadual – PA   [email protected]

FOQUE EM AGRADECER E ENGRANDECER AO SENHOR.

I Samuel 01.27-28: “Por este menino orava eu; e o Senhor atendeu à minha petição, que eu lhe tinha feito. Por isso também ao Senhor eu o entreguei, por todos os dias que viver, pois ao Senhor foi pedido. E adorou ali ao Senhor.

Ana significa “graça” e assim Deus a provou mesmo quando o seu desespero por não ter filhos era maior. Ainda assim teve graça e buscou ao Senhor. “Levantou-se Ana, e, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente” (1 Samuel 1.10).

E em meio a tanta amargura, assim mesmo, fez um voto com o Senhor, pois ela sabia que o Senhor não a abandonaria. E fez um voto, dizendo: “Senhor dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha ” (1 Samuel 1.11).

Samuel nasceu e Ana cumpriu o seu voto. “Havendo-o desmamado, levou-o consigo, com um novilho de três anos, um efa de farinha e um odre de vinho, e o apresentou à Casa do Senhor, a Siló. Era o menino ainda muito criança. Imolaram o novilho e trouxeram o menino a Eli.
E disse ela: Ah! Meu senhor, tão certo como vives, eu sou aquela mulher que aqui esteve contigo, orando ao Senhor. Por este menino orava eu; e o Senhor me concedeu a petição que eu lhe fizera. Pelo que também o trago como devolvido ao Senhor, por todos os dias que viver; pois do Senhor o pedi. E eles adoraram ali o Senhor” (1 Samuel 1.24-28).

Ana desejava tanto um filho varão que o Senhor lhe concedeu, mas o voto de Ana com o Senhor deveria ser maior do que seu amor por Samuel. Ela o havia entregado para à Casa do Senhor. Não poderia ter feito algo melhor, mas só via Samuel anualmente quando subia e oferecia ao Senhor o sacrifício anual. Fazia para Samuel estola sacerdotal de linho todos os anos. Orava por Samuel, seu filho. Mesmo depois do Senhor lhe conceder o seu desejo, ainda assim, todos os anos, Ana engrandecia ao nome do Senhor pela sua bênção. Depois de Samuel, Ana ainda teve três filhos e duas filhas.

E você, já parou para pensar em quantas bênçãos o Senhor já lhe concedeu? Do ar que respira até aos pés que você caminha? Por lhe proporcionar, até em meio ao caos, tamanha misericórdia? Por lhe dar alegria até nos dias mais difíceis? Quantas vezes, pelo menos anualmente, como Ana fazia, você agradece e engrandece ao Senhor por tudo o que tens? Sua casa, seu carro, sua família, seu corpo, sua saúde e bem-estar? Por tudo isso e muito mais, você já o agradeceu e o engradeceu hoje?

Não seja ingrato enquanto ainda não alcança aquele tão desejado sonho que te perturba em mente nas palavras: “quando será que eu vou conseguir conquistar tal coisa?”

E aquilo que você já conquistou, você agradece quantas vezes ao Senhor?

Ana via o seu filho que foi tão pedido a Deus uma vez por ano, pois o consagrou a Deus. E você, de tudo o que tem pedido e de que já pediu, já consagrou quantas coisas a Cristo mesmo sem ainda ter em suas mãos?

Ainda não engrandeceu a Aquele que te deu? Então, vamos agradecê-lO e engrandecê-lO agora?

Pare alguns minutinhos e repita esta Oração:

Pai, graças te dou por tudo o que o Senhor fez, faz e fará por mim e por minha casa. Do menor até o maior, agradeço. O meu coração se regozija pelo bem que tens me feito. A minha força está exaltada em Ti. Peço ao Senhor que tome em Tuas mãos todas as minhas petições, e assim como Ana fez um voto ao Senhor lhe prometendo dar a Samuel à Casa do Senhor, eu também faço esse voto e de tudo aquilo quanto eu receber, as primícias serão Tuas. Em nome do Senhor Jesus! Amém e graças a DEUS!

Por @fernandacutrim

bannerMemorial

Sábado, dia 04/12, às 15h CANTO PELA PAZ     Parque da Juventude - Ao lado do Metrô Carandiru