Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Danilo Queiroz

Pr. Danilo Queiroz

Sede Estadual – CE   [email protected]  

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Ademir Pereira

Pr. Ademir Pereira

Sede Estadual - RN [email protected]  

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – PA [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Internacional – SP   [email protected]  

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

DO DESERTO PARA A BÊNÇÃO EM 40 DIAS

Promessa divina: “Tornarei o deserto em tanques de águas e a terra seca, em mananciais” (Is 41:18b).

Deus esclarece que o deserto é um lugar terrível, lugar de serpentes e de escorpiões e de terra árida onde não há água (Dt 8:15).

Jesus teve experiência no deserto por isso ele convida você: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve (Mt 11:28-30).

A Palavra ainda esclarece:

“Os passos de um homem bom são confirmados pelo SENHOR, e deleita-se no seu caminho” (Sl 37:23). “Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos” (Sl 32:8). “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas” (Ef 2:10).

Qual a vontade de Deus para os cristãos em geral?

A vontade de Deus é específica: “E os teus ouvidos ouvirão a Palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda” (Is 30:21, grifo nosso).

Vejamos alguns aspectos em que a vontade de Deus se aplica a todos os cristãos:

1. É Sua vontade que aprendamos mais sobre Deus (Cl 1:9);

2. É Sua vontade que cresçamos na graça (II Pe 3:18);

3. É Sua vontade que estudemos a Palavra (II Tm 3:14-17);

4. É Sua vontade que compartilhemos nossa fé (At 1:8; I Tm 2:4).

5. É Sua vontade que O conheçamos através da oração e jejum, para não incidir em erro de desconhecimento da Palavra e de não pedir conselho ao Senhor (Js 9:3-15; II Sm 21:1-14). Daí a importância da oração e jejum para o conhecimento da vontade de Deus.

O propósito do jejum é subsidiar o tempo de oração com Deus.

Tipos de Jejum: Abster-se por um período de tempo do alimento (Mt 4:1-2); ou, de relacionamento sexual do casal (I Co 7:1-5).

É preciso conhecer a vontade de Deus através da submissão ao Espírito Santo, ao Parakletos, que ajuda o cristão já batizado nas águas, na sua regeneração, ou seja, o novo cristão recebe a nova natureza (Jo 3:5-6; Tt 3:5); o novo cristão passa a integrar o Corpo de Cristo (I Co 12:13); o Parakletos passa a habitar nele (Rm 8:9; I Co 6:19); o Parakletos sela o novo cristão (Ef 1:3; 4:30); e, preenche-o (At 2:4; 4:8: 7:55; 13:52).

Jesus disse: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; porque o espírito está pronto, mas a carne é fraca” (Mt 26:41; Mc 14:38). A Palavra diz: “Orai sem cessar” (I Ts 5:17). O exercício da vigilância é pessoal, ou seja, cada cristão deve velar por si mesmo, pois a salvação é individual, isto é, ninguém subirá ao céu por fazer parte de um grupo de pessoas; mas cada indivíduo de per si, deve estar ligado ao Corpo de Cristo, porque o arrebatamento se dará sobre a totalidade da Igreja de Cristo.

É requerido dos cristãos: a firmeza na fé, a constância nos caminhos do Senhor, na perseverança da doutrina, pois sem essas premissas o cristão fica com um pé na Igreja e outro no mundo, portanto, não vive nem cá nem lá, daí sua vulnerabilidade para cair nos laços do Inimigo. O cristão fiel deve viver em plena comunhão com o Corpo de Cristo.

É muito importante saber que o Inimigo da Igreja de Cristo é um grande dissimulador. Assim, toda tentação é uma dissimulação (Ne 6:1-9), uma forte tentativa de enfraquecer e de afastar os cristãos dos propósitos de Deus.  Por isso, o tentador atua procurando brechas na vida de cada um para enfraquecer, surpreender e derrotar. Daí a importância do conselho de Tiago 4:7: “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”. Veja, que não basta sujeitar-se a Deus é preciso saber resistir ao Inimigo para que ele vá embora.

Um sábio conselho é dado na Palavra, fechemos todas as portas por onde o Adversário possa entrar, para que não sejamos derrotados porque não foi para isso que Jesus nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz, e sim para termos comunhão e vivermos vitoriosamente em todas as áreas de nossas vidas (Rm 8:31-39).

Lembrando que devemos manter a vigilância em espírito de oração, conforme diz a Palavra: “Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito. Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” (I Co 6:17-20).

É em oração que devemos exercer a vigilância, porque ela é o instrumento de defesa contra todos os dardos inflamados que o maligno lança contra os cristãos, assim Jesus fez no Getsêmane, onde Ele venceu a tentação de não realizar a Obra Salvadora na Cruz do Calvário, onde também venceu a Sua própria insegurança emocional e Sua angústia (Mt 26:39-46). Mas ao sair dali era outra pessoa, porque fora vitorioso na oração. Então, Ele saiu do Getsêmani firme e decidido a cumprir os momentos derradeiros da Sua missão. Isso pode ser notado pelo fato d’Ele próprio se apresentar ao inimigo que vinha prendê-lO (Mt 26:46).

Cabe esclarecer que não é possível exercer a vigilância sem a oração porque é como tatear no escuro, e então tornar-se presa fácil nas mãos do leão tentador. Lembremos que certas castas demoníacas somente são expulsas com jejum e oração, não é possível vigiar sem praticar a única coisa que põe o inimigo em retirada (Mt 17:21).

O próprio Jesus disse na oração modelo que orar pela vitória nas tentações - “Livra-nos do mal” - deve ser assunto de todas as orações dos cristãos (Mt 6:9-13).

A vigilância com oração é também a forma de exercer resistência aos ataques do maligno. Diz a Palavra: “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo” (I Pd 5:8-9, grifo nosso).

Resistir ao Diabo significa não se deixar intimidar por suas ameaças, ele age fazendo pressão e provocando o medo (Ne 6:5-7) a fim de conseguir seus intentos. É bom esclarecer que o cristão nunca deve sentir medo porque esse sentimento traz o mal sobre si, foi o que aconteceu com Jó (Jó 3:25). E não devemos esquecer que o Senhor Jesus nos deu autoridade sobre o nosso inimigo (Mc 16:17-20 e Lc 10:19-20).

Resistir ao Diabo é estar firme na doutrina. Eis aí algo que faz parte da estratégia maligna para gerar dúvida. Foi assim que Eva caiu (Gn 3:4). Resistir significa também repreendê-lo em nome de Jesus, crendo que: maior é o que está em nós, do que, o que está no mundo. A vida do cristão é morada de Deus, ou seja, a casa já tem dono. Mas essa verdade precisa ser exercida com fé. Veja a promessa: “Mas, fiel é o Senhor, que vos confirmará, e guardará do maligno” (II Ts 3:3).Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca” (I Jo 5:18); “E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai. Eu e o Pai somos um” (Jo 10:28-30).

É bom lembrar que quanto mais oramos, mais poder recebemos em oração. E a sensibilidade espiritual do cristão fica aguçada, de tal forma que as intenções do Inimigo se tornam perceptíveis, e podem ser rechaçadas. Quando oramos é confortante lembrar que: “também o Espírito nos ajuda em nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis” (Rm 8:26).

O futuro e o fim dos tempos estão sob o controle de Deus. Isso significa que para o cristão que vigia e ora, o futuro é cheio de esperança e certeza de receber as bênçãos do Senhor.

Vigiar em oração é o que afasta o cristão da estratégia do Inimigo: colocar dúvida no coração dos filhos de Deus. Daí o conselho do apóstolo Paulo: “E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração” (I Pe 4:7).

Um lembrete final, é preciso dar para obter, recebemos quando damos:

a) do nosso tempo em oração;

b) de nós mesmos ao serviço do SENHOR;

c) de nossos recursos ao Ministério da Igreja de ganhar novas almas.

Seguir esses ensinos pode trazer um grande avivamento. Experimentem!

Por Valdely Cardoso Brito

bannerMemorial

Quarta, dia 25/09, às 19h Busca do Espírito Santo     SEDE MINAS GERAIS     Av. Cristiano Machado, 22315 - Cidade Nova - Belo Horizonte - MG