APRENDENDO A SER FELIZ

 “Sl 128.1-2: Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos! Pois comerás do trabalho das tuas mãos, feliz serás, e te irá bem.”

A expectativa natural do ser humano é alcançar a felicidade, mas muitos não encontram o caminho para ser feliz. A fórmula para encontrar a felicidade é um trabalho interior. A definição de felicidade pode compreender qualquer grau de bem-estar do ser humano. Mas a experiência de estar sempre feliz pressupõe a busca do valor maior, porque Jesus indicava que aquele que se apega a sua própria vida como prioridade suprema, só terá frustração, e perde as oportunidades de experimentar a vida verdadeira. O próprio Jesus justifica em Mt 16.25: “porque aquele que quiser salvar a sua vida perdê-la-á. E quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á”. Isso porque a felicidade é um subproduto do processo gradual de crescimento espiritual.

A felicidade segundo o salmista e outros vem aos que deixam o Deus vivo habitar em suas vidas (Sl 144.15; Pv 16.20). O ser humano foi criado para ter comunhão com seu Criador. A felicidade verdadeira torna-se real quando o ser humano se relaciona com Deus acima de tudo, e com seu próximo, em amor (Sl 133.1; Mt 19.18-19; 1 Co 13; Pv 14.21). A felicidade nunca vem para aqueles que não têm nenhuma base moral (Pv 29.18; Sl 128.1). Viver sem base moral é viver no nível sub-humano. Deus deu os Dez Mandamentos para a saúde mental, moral e espiritual.

Deus se relaciona com o ser humano pela graça, mediante a fé, e assim, capacita a todos seus filhos a se relacionar com os outros, e entender que seu trabalho é uma dádiva de Deus (Gn 2.15; Pv 3.13; 12.27; 1 Ts 4.11-12; 2 Ts 3.6-13). Desde o início, a intenção era que a humanidade participasse de modo produtivo no processo da vida.

A sabedoria começa com Deus que se revelou claramente na história. A sabedoria é a capacidade espiritual/intelectual da pessoa se integrar à verdade e, prudentemente, no temor do Senhor (Pv 9.10). A pessoa que possui a sabedoria demonstrará equilíbrio em sua vida (Fp 4.5-9). Tal equilíbrio inclui profunda aceitação de si mesmo, dos outros, e da vida (Fp 4.12). A pessoa sábia não se dedica às questões periféricas nem corre atrás de coisas superficiais (Mt 23.27). Sua vida é cheia de fé, admiração, gratidão e esperança, que produzem entusiasmo para a vida e abre a porta para a felicidade. Porém, a felicidade não exclui a dor nem a tristeza que faz parte da vida cotidiana da humanidade, porque todos estão sujeitos às intempéries da vida. Dois exemplos bíblicos: Jó 30.15: “Sobrevieram-me pavores, é perseguida a minha honra, como pelo vento; e como nuvem passou a minha felicidade.” Lm 2.17: “Alongaste da paz a minha alma, esqueci-me do que seja a felicidade.”

O Dicionário Silveira Bueno, Ed. FTD define: “felicidade como substantivo feminino: ventura, contentamento, sucesso, bem-estar, boa sorte.” Essa definição se enquadra perfeitamente na vida de todos que creem em Jesus Cristo como seu Único, Suficiente, Exclusivo e Eterno Salvador. “O Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça e paz e alegria no Espírito Santo [Parakletos]” (Rm 4.17).

Diz o Salmos 5.11-12: “...alegrem-se todos os que confiam em ti; exultem eternamente, porquanto tu os defendes; e em ti se gloriem os que amam o teu nome. Pois tu, SENHOR, abençoarás ao justo; circundá-lo-ás da tua benevolência como de um escudo”.

Augusto Cury, em seu livro “Dez Leis para Ser Feliz” expõe:

1: Contemplar o belo

2: Sono reparador

3: Fazer coisas fora da agenda

4: Exercícios físicos e alimentação saudável

5: Gerenciar a emoção

6: Gerenciar os pensamentos

7: Proteger os solos da memória

8: Trabalhar perdas e frustrações

9: Ser empreendedor

10: Inteligência espiritual

Em síntese: “Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos; é ter coragem de ouvir um “não”; é ter segurança para receber uma crítica mesmo que injusta; é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós. É ter maturidade para falar eu errei; ousadia para pedir perdão e de dizer “eu te amo”. (Recomendo a leitura do livro todo).

Sl 1.1-3: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.  Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.”

Lucas 11.27-28: “Mas ele disse: Antes bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam. Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.”

Jesus prometeu que a verdadeira felicidade fluiria como um rio do interior de todo aquele que cresse n‘Ele: Jo 37b-38:  E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre.”

Descubra que a verdadeira felicidade não depende das riquezas materiais ou das circunstâncias deste mundo. Pessoas felizes falam menos, escutam mais, aprendem diariamente, riem mais, ignoram pessoas tolas, leem muito, praticam a gratidão, amam o que fazem.

A recomendação bíblica é manter-se fiel ao SENHOR E A JESUS CRISTO, O SALVADOR:

Is 35.10 - “E os resgatados do SENHOR voltarão; e virão a Sião com júbilo, e alegria eterna haverá sobre as suas cabeças; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido.”

Jo 15.9-14 - “Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor. Tenho-vos dito isto, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo. O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.”

Sl 32.1 - “Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas, e seus pecados apagados!”.

Ap 21.4a - “E Deus limpará dos seus olhos toda a lágrima.”

Por Valdely Cardoso Brito