Pr. Wesley Santos

Pr. Wesley Santos

Sede Estadual – PR [email protected]

Pr. Carlos Pinheiro

Pr. Carlos Pinheiro

Sede Estadual – AL [email protected]

Pr. Luciano Alves

Pr. Luciano Alves

Sede Estadual – AM [email protected]

Pr. Leonardo Pinheiro

Pr. Leonardo Pinheiro

Sede Estadual – MA [email protected]

Pr. Fábio Henrique

Pr. Fábio Henrique

Sede Nacional em Portugal [email protected]

Pr. Neilton Rocha

Pr. Neilton Rocha

Sede Nacional – SP   [email protected]  

Pr. Regino Barros

Pr. Regino Barros

Sede Estadual – PE [email protected]

Pr. Delson Campos

Pr. Delson Campos

Sede Estadual – BA   [email protected]

Pr. Danilo Queiroz

Pr. Danilo Queiroz

Sede Estadual – CE   [email protected]  

Pr. Dionatan Freitas

Pr. Dionatan Freitas

Sede Estadual - GO [email protected]

Pr. Raphael Batista

Pr. Raphael Batista

Sede Estadual – RS [email protected]

Pr. Joaquim Neto

Pr. Joaquim Neto

Sede Estadual – MG [email protected]

Pr. Danyel Pagliarin

Pr. Danyel Pagliarin

Sede Estadual – RJ [email protected]

Pr. Sandro Pinheiro

Pr. Sandro Pinheiro

Sede Distrital – DF   [email protected]

Pr. Ademir Pereira

Pr. Ademir Pereira

Sede Estadual - RN [email protected]  

Pr. Márcio Silva

Pr. Márcio Silva

Sede Estadual - PI [email protected]

Pr. Emerson Stevanelli

Pr. Emerson Stevanelli

Sede Estadual – PB [email protected]

Pr. Gilvan Gomes

Pr. Gilvan Gomes

Sede Estadual - SE [email protected]

Pr. William Alves

Pr. William Alves

Sede Estadual – PA [email protected]

Desemprego no país em fevereiro é o menor para o mês desde 2002, diz IBGE

O desemprego no país em fevereiro é o menor para o mês desde 2002, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (28). De acordo com o levantamente, a taxa de desemprego no país ficou em 5,6% (quase estável em relação a janeiro, quando ficou em 5,4%). Em fevereiro do ano passado o desemprego registrado no país era de 5,7%.

De acordo com o IBGE, o rendimento médio dos trabalhadores com carteira assinada foi de R$ 1.849,50 em fevereiro, alta de 1,2% frente a janeiro e de 2,4% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

A população desocupada em fevereiro de 2013 somou 1,4 milhão de pessoas no total das seis regiões pesquisadas. Já a população ocupada chegou a 23 milhões de pessoas, alta de 1,6% em relação a fevereiro do ano passado.

O número de trabalhadores com carteira de trabalho assinada no setor privado (11,5 milhões) cresceu 2,3% em relação a fevereiro de 2012.

Pesquisas diferentes

Diferentes levantamentos medem o desemprego no país. Os números do IBGE, por exemplo, são bem menores que os do Dieese/Seade. O último índice divulgado pelo Dieese, relativo a fevereiro, mostrou um desemprego de 10,4% no país.

As divergências ocorrem por causa das metodologias diferentes adotadas. A principal delas é que o IBGE mede apenas o desemprego aberto, ou seja, quem procurou emprego nos 30 dias anteriores à pesquisa e não exerceu nenhum tipo de trabalho -remunerado ou não- nos últimos sete dias.

Quem não procurou emprego ou fez algum bico na semana anterior à pesquisa não conta como desempregado para o IBGE.

O Seade/Dieese também considera o desemprego oculto pelo trabalho precário (pessoas que realizaram algum tipo de atividade nos 30 dias anteriores à pesquisa e buscaram emprego nos últimos 12 meses) e o desemprego oculto pelo desalento (quem não trabalhou nem procurou trabalho nos últimos 30 dias, mas tentou nos últimos 12 meses).


bannerMemorial

Sexta, dia 29/11, às 19h   Projeto de Vida 2020     SEDE DISTRITAL             Av. Comercial Norte, QNE 27 - Lt. 20 - Taguatinga - Brasília - DF