Skip to content

Uso prolongado de celular pode causar lesões na mão, alerta ortopedista

À CNN Rádio, Leonardo Kurebayashi explicou o que é classificado como abuso de utilização de celular.

O uso excessivo de dispositivos móveis, como celulares, tablets e computadores podem oferecer risco à saúde das mãos.

É o que explica o ortopedista Leonardo Kurebayashi à CNN Rádio, no Correspondente Médico.

Ele reforçou o que abuso é classificado pela literatura quando há uso de mais de 4 horas ao longo do dia, ou mais de 1 hora de uso contínuo.

“O Brasil é o segundo país com mais pessoas em frente a uma tela”, disse.

Segundo o especialista, “o uso abusivo está relacionado a prejuízos, tanto a saúde mental, quanto a saúde física.”

O movimento de “pinça” repetitivo com o polegar “aumenta o risco de degeneração articular precoce, a rizartrose.”

“Vemos aumento de incidência de pacientes no consultório na base do polegar”, disse, ao reforçar que a condição afeta tanto mulheres quanto homens.

As queixas dos pacientes “se iniciam com queimação, sensação de dor latejante no polegar, e mesmo no dedinho, que usam de apoio para o celular ou para jogar.”

De acordo com Kurebayashi, cada paciente tem que ser avaliado individualmente.

“Geralmente, a redução do uso abusivo já traz boas respostas, ou tratamento conservador, com fisioterapia, acupuntura e medicação”, completou.

Em estágios avançados, porém, pode haver necessidade de intervenção cirúrgica.

*Com produção de Isabel Campos

Fonte: CNN BRASIL